[RESENHA] Deus está ao telefone, de Fabiane Ribeiro

Postado em 30 de janeiro de 2019 às 06:42

Ele estava decidido a se suicidar, mas recebeu um chamado inesperado.

Hey cupcakes! Hoje é dia de uma resenha de um livro muito especial e que me trouxe lágrimas aos olhos diversas vezes. Vem conferir?

Sinopse: Will encontra-se no momento mais difícil de sua vida. Perdas do passado o atormentam e o levam a decidir fazer uma loucura. Contudo, quando está em uma estação de metrô, prestes a cometer um grave erro, Will é impedido pelo toque de seu celular - que, por sinal, estava desligado e sem bateria -. Uma pessoa simpática, de voz indecifrável, o acompanha na viagem de metrô mais inusitada que alguém poderia ter. Revisitando seu passado e recebendo a visita de pessoas que marcaram seus dias, ele reaprende sobre os próprios erros - desde a época em que era jovem e trabalhava na vinícola da família, até o momento catártico em que se encontra no metrô vazio, em uma jornada repleta de visitas e dores passadas, mas com encontros e reencontros a cada nova estação.

Continue lendo!
RESENHA
Will está prestes a cometer um erro para o que ele acha que vai ser o alívio da sua alma perturbada, até que o seu celular sem bateria toca e uma pessoa de voz indecifrável e mutável está do outro lado da linha parecendo conhecê-lo tão bem quanto ele mesmo e, ainda por cima, disposto a guiá-lo por entre as estações do metrô onde ele quase tirou sua vida, instantes atrás.
- Estou gostando de conversar com você (...). Você deveria ligar mais vezes.
- Já liguei várias outras vezes, o problema era que a linha estava sempre ocupada.
 Pág. 27
Enquanto não chega ao destino, Will se reencontra com seu passado e encontra diversas respostas para suas perguntas que a voz misteriosa fez reviver e, além, descobrir respostas que ele mesmo não imaginava ter dentro de si. Às  vezes ficamos tão imersos nas ferias que não vemos mais nada ao redor. 
Não é o que nos rodeia, é o que está dentro de nós que nos torna quem somos.
Pág. 55 
Assim como "A Menina Feita de Espinhos", Fabi conduz o leitor pela jornada de Will através de um metrô, intercalando passado e presente de uma forma bastante lúcida e que não fica confusa para o espectador. Com capítulos curtos e com grande impacto emocional, a autora constrói o enredo trabalhando vinhedos, flores, relacionamentos e diferentes acontecimentos mostrando que muitas pessoas acabam passando por situações semelhantes mas a forma como saem ou como lidam faz a total diferença. Muitas lições são encontradas nesse livro pra guardar no coração, para prestar atenção ao redor, para se colocar no lugar do outro. 
Ela compreendeu aquelas flores, de forma que só compreende quem procura alguém na multidão. Que entende que, em meio a tantos aromas, há um perfume discreto, esperando que você o note, o entenda, o ame.
Pág. 57
Diversos momentos me peguei com lágrimas nos olhos: quantas vezes não atendemos à Sua chamada, por estarmos sempre muito ocupados com outras coisas e deixar cair na caixa postal?  Esse número indecifrável e insistente que nunca deixa de nos ligar - muitas vezes gostaríamos de tê-lo na linha direta, não é mesmo? 
Siga sempre em frente, exceto quando tiver que fazer curvas.
 Pág. 62
Com frases de efeito e no meio de situações, você se pega questionando e se colocando no lugar de Will, Daiana, Mina... Todos tem uma história e de certa forma, em certos pontos, é fácil se identificar e conectá-los à realidade. As situações não fogem tanto do mundo real.
- [...] Falei de dores no pescoço pois as suas devem ser horríveis, de tanto olhar para trás.
 Pág. 63
Terminei o livro com uma visão diferente e muito bonita sobre tudo, o tipo de questionamento saudável e pessoal sem falar tanto de religião mas sim de fé, esperança, gratidão e perdão e é claro, o maior sentimento de todos: o amor. Sempre há uma saída, sempre existirá alguém que também está passando por problemas semelhantes e precisamos aprender a seguir em frente para poder viver novos capítulos. Livro mais que recomendado, você também vai querer que seu telefone toque. E, certamente, não vai querer perder essa chamada.
Aproveita e já compra aqui:

Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐😍

Você poderá gostar de:

24 comentário (s)

  1. Oie
    Leio pouco livros que tratam do tema, mas fiquei curiosa para conhecer esta obra.

    Beijinhos

    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. gente que incrivel esse livro! nunca tinha ouvido falar e gosto bastante do tema suicidio, ja quero ler, deve ser mt emocionante mesmo

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Lembra muito o livro A Cabana, no sentido de, em um momento de desespero, a pessoa se deparar com Deus, e poder conversar abertamente sobre aquilo tudo que tanto lhe aflige.

    Parece ser um livro lindo, e gostei bastante dos quotes que separou no decorrer da resenha.

    Bjão ♥
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Jana
      Mas é diferente, ainda assim
      É muito bom, acho que iria gostar :D

      Excluir
  4. Oi Pâm, tudo bem?
    Por ser agnóstica, livros com esse apelo acabam não chamando muito a minha atenção. Até já li alguns livros espíritas, mas hoje em dia acho que não leria mais. Entretanto, fico feliz que o livro tenha tocado seu coração e trazido tantas mensagens bonitas. <3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Prih!!!


      Verdade? Não sabia
      Esse não fala sobre religião em si, mas é bem interessante
      Vários quotes bonitos :D

      Excluir
  5. Parece ser incrível!

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Adorei a resenha! Parece um livro que eu iria gostar muito.
    Adorei esse trecho:

    Ela compreendeu aquelas flores, de forma que só compreende quem procura alguém na multidão. Que entende que, em meio a tantos aromas, há um perfume discreto, esperando que você o note, o entenda, o ame.
    Pág. 57

    Vou colocar na lista, quem sabe tenho a oportunidade de ler.
    Umm beijoo!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E TEM MUITO QUOTE, de verdade hahahahah
      esse quote em especial é muito bonito onde está no llivro
      ai coração

      Excluir
  7. Pamzinha, acredita que não conhecia o livro?
    Acho que eu iria amar muito essa leitura, iria chorar horrores, mas iria amar. vou procurar por aqui.
    Aliás, estou devendo ler algo da Fabiane Ribeiro há tempos né?
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que voce iria chorar com esse
      me deu cada baque essas historia e é tão curtinha, Alê <3

      Excluir
  8. Oi Pam, td bem?
    Adorei a resenha!
    Vou querer ler esse livro tbm, parece emocionante! Mas primeiro vai ser A menina feita de espinhos que eu tenho XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Uau, já vou procurar esse livro para comprar, Pam. A história é muito linda!

    https://www.kailagarcia.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Pâm

    acho q tô precisando de ler esse livro nesse momento
    momento de tantos questionamentos com Ele!

    Obrigada pela dica

    Bjoooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Gente, que livro maneiro... Apesar de eu não estar nessa vibe de leitura atualmente, curti muito a resenha e certamente recomendaria.
    Beijos!

    https://www.rapeizedinamica.biz

    ResponderExcluir