[RESENHA] A Herdeira, de Mariana Ribeiro

Postado em 11 de fevereiro de 2019 às 05:58

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha da autora Mariana Ribeiro com o livro A Herdeira. Já havia feito uma postagem de Primeiras Impressões, e agora venho com a leitura finalizada. 

Continue lendo pra conferir a resenha!


RESENHA
Maria Luísa não é apenas uma mulher da alta família brasileira do século XIX - ela é uma mulher de pulso que luta pelo que acredita, mesmo que isso possa ir de forma contrário em tudo ao que sua época impõe para ela, uma mulher...
O amor paira acima das convenções sociais.
- Eça de Queiroz
Quando Maria, enfermeira que ajudava os pacientes dos conflitos, encontra dentre eles o Major Martim Afonso Almeida ela sabe simplesmente que encontrou o amor da sua vida, mas seria esse amor capaz de resistir aos segredos, à Guerra do Paraguai e a tantas intrigas?
Qual a chance de poder ter o controle sobre o meu próprio destino?
O problema é que, por Maria ser de uma família rica e influente, e esta, inclusive, que conta com diversos segredos que mudarão o rumo da sua história -, existe ainda o acordo nupcial firmado que beneficiaria a sua família e a um jovem influente, o Duque de Westminster, Embaixador da Inglaterra e Lorde William Chamberlain que, além do visível interesse em Natalie, como ele a carinhosamente chama pelo segundo nome, apresenta vantagem para o pai da moça que é um grande cafeicultor e ministro no Império de D. Pedro II. Em meio a cenários de guerra, um Brasil colonial, jogos políticos de vantagens, será que Maria Luísa conseguirá ser feliz com seu amor? Em meio a tantas descobertas e acontecimentos, outras perguntas se desdobram pela história e se torna cada vez mais enredada causando a dúvida também ao leitor pelo andamento de tudo que acontece.
É só uma questão de tempo até que o destino se encarregue de nos unir novamente.
Mariana Ribeiro fez um excelente estudo e trabalho ao construir uma história no meio da Guerra do Paraguai (ponto pela criatividade: nunca tinha visto algo assim numa Guerra e no Brasil, pelo menos por enquanto) e mostrar que há muito mais do que achamos entre cada ataque. Os segredos revelados se encaixam, mas não achei que auxiliam para desvendar o final que, na minha opinião, não é tão previsível quanto você pode estar esperando e isso é muito bacana - surpresas, dramas, tramas e me senti em meio a uma novela com idas e voltadas bem intrincadas. 
Por mais que seja doloroso ter que lidar com a perda, precisa entender que existem pessoas que prezam pela sua existência.
Maria Luísa é inteligente, de pulso firme e forte, Martim é intenso, teimoso e insistente e isso torna o casal forte, pois a relação de ambos foi construída durante muitos momentos conturbados. Só que é nesse momento que William, que, com seu jeitinho ousado e autoritário tenta a todo custo conquistar o coração da moça. Confesso que Martim demorou mais a me conquistar - a ainda tenho pé atrás com ele - porque achei que ele e a Maria se conheceram e tiveram um envolvimento muito rápido e isso me incomodou um pouco (ou foi porque gostei mais do William?) e só foi amenizado com algumas reviravoltas com a moça que mudou muita coisa e isso deu uma guinada na história. Fiquei um pouco confusa em relação a Martim e William porque os dois tiveram algumas atitudes que eu achei que fugiu do que falavam, mas que eram comuns à epoca - acho que se eu fosse Natalie eu ía ter vontade de dar um chute nos dois na hora 😂 Sem dúvidas é uma história bem recheada e cheia de revelações que irão surpreender o leitor a cada página. Alguns motivos ficaram abertos, o que dá chance para uma continuação e uma pergunta: e aí, Mari? Vai rolar?
Eu não consigo entender que espécie de amor é esse que você diz sentir por mim, pois só se satisfaz com o meu sofrimento e com a minha dor.
Se você procurar um livro de romance histórico onde os acontecimentos no país e nos conflitos interferem imediatamente na história cheio de referências e reviravoltas, A Herdeira é a minha recomendação além de ter um precinho bem camarada por 542 páginas - não se assuste, por mais que seja um livro em alguns séculos atrás, existem algumas palavras diferentes no vocabulário mas nada que vá te assustar ou atrapalhar a sua leitura.
[...]Minha filha também acredita no amor desprovido de interesses, mas sempre tive a convicção de que o envolvimento afetivo é algo que só poderá ser desenvolvido com a convivência entre o casal, e isso requer tempo e paciência.

Classificação: ⭐⭐⭐⭐

Adquira seu exemplar por apenas R$5,99!

Você poderá gostar de:

9 comentário (s)

  1. gosto bastante desse tipo de romance historico, gostei de conhecer esse livro por aqui e ja fiquei curiosa com essa leitura

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oiii Pâm

    Achei bacana saber que os conflitos interferem diretamente nos rumos da trama, às vezes vejo livros históricos ambientados em alguma época e o autor parece desaproveitar o potencial de explorar aquilo e foca só no romance. Eu nunca li nada ambientado na época da Guerra do Paraguai e achei mega interessante o livro justamente por causa disso, vou anotar a dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Pam, tudo bem?
    Realmente, palmas pela criatividade. É muito legal quando autores pegam momentos históricos interessantes e constroem suas obras em cima disso. É um jeito muito bacana de fugir do lugar-comum, né?
    Adorei a resenha e a dica, Pam!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Suas ressalvas me deixaram curiosa, adoro um bom romance de época.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Amei sua resenha, já vi muitas resenhas desse livro e todas eram muito positivas. Amo romances de época, nem preciso dizer que já anotei a dica, né?

    htpps://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Pam,
    Que legal que você também curtiu, apesar das ressalvas.
    Eu adorei a construção da Maria Luísa, e mal posso esperar pelo próximo livro da Mari.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. O preço do ebook esta tentador, eu não sou fã de romances de época, mas este é um que me parece cativante. ótima resenha!

    Um beijo,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  8. Amo resenhas assim. O livro parece ser muito bom!

    Ótimo post!
    Migramos para a plataforma Wordpress!
    >>> https://blogjulianarabelo.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, Pam!!
    Que resenha mais primorosa!! Fico muito feliz pelo seu feedback sincero após ter concluído a leitura do livro. Que bom que gostou! Muito obrigada pela resenha tão bem escrita. Espero que os leitores do blog possan ler também algum dia.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro.

    ResponderExcluir