Postado em 30 de março de 2018 às 10:30

Words Challenge 2018 - Cinderela

Hey cupcakes! Hoje é dia de voltar ao nosso Desafio das Palavras e essa versão 2018 conta com temas de contos de fadas sob uma nova visão e mensagens para vocês. Vem cá ver o que a Cinderela deixou pra vocês?


O desafio 
O Desafio das Palavras consiste em escolher cinco (AGORA SEIS!) palavras totalmente aleatórias e produzir um texto.

E as palavras? 
Palavras: tempo, barbecue, cristais, cílios, escândalo.

E o resultado? 

Quem foi o louco que disse que apareceria uma fada madrinha no momento que você mais precisava? Isso é completa perda de tempo. E aliás, a minha vida não é um conto de fadas porque meus pés estão latejando, o sinal do GPS está fraco e eu preciso voltar urgentemente antes da meia-noite porque senão vou ficar trancada pra fora da república. Principalmente agora que inventaram de me chamar de cinderela, porque eu prefiro manter a limpeza e as coisas em ordem enquanto as meninas só bagunçam tudo. E elas realmente estão me tratando como uma, como por exemplo, eu devo estar em casa antes da meia-noite, e se caso não estiver, eu terei que usar molho de barbecue em todas as refeições no dia seguinte - isso mesmo, eu disse TODAS - e só Deus sabe como eu detesto usar isso no café da manhã. Ah! Até agora não apareceu nenhuma senhorinha de vestido azul e varinha de condão e muito menos um príncipe encantado que pudesse segurar minha mão e dançar comigo pelo salão. Devo dizer que já são onze e quinze da noite? A vida não é exatamente o que a gente espera.
Mas que cabeça de girino a minha! Por que fui inventar de vir nessa festa da fraternidade? Eu estou aqui me embrenhando numa festa de máscaras sabendo muito bem que não é um alguém especial que me espera. Na verdade, a minha única esperança - porque sempre resta alguma - de ver os cristais que simulam a aurora boreal está quase se desvanecendo porque eu sei muito bem que minha carona para voltar pra casa está perdida em algum canto com o namorado e provavelmente vai se esquecer da regrinha que me atordoa. Onde está aquela fada madrinha mesmo? Peguei o último copo de refrigerante e me virei para a saída. Talvez desse para ver os cristais do caminho, fazendo o trecho de luz até em casa...Se eu não desse de cara com aqueles cílios. Quem eu queria enganar? Ele poderia usar mil máscaras mas eu ainda conheceria o sorriso daqueles olhos. Ele poderia estar completamente diferente da última vez que o vi, mas meu coração achava completamente normal fazer um escândalo toda vez que o visse. Agora gritava "É ELE" acompanhando um "EU SABIA O TEMPO TODO QUE VOCÊ VEIO PRA ISSO" descompassando e tirando meu foco de ir embora. Quem eu queria enganar? Eu sabia muito bem que além do brilho boreal eu queria encontrá-lo e talvez até valesse a pena comer barbecue acompanhado de café se eu chegasse um minuto atrasada, seria apenas uma pequena consequência dessa minha escolha - e eu escolheria de novo. Engraçado como ele parecia sentir a mesma coisa, que vale a pena qualquer coisa para ficar por um momento mais perto, por um momento menos longe de tudo aquilo que escondemos mas por algum motivo ainda lutamos. Ele estava ali novamente e eu não poderia deixá-lo escapar dessa vez. Era minha vez de lutar por nós, era minha vez de soltar minha voz. Eu queria, eu podia e por esse "nós" eu conseguiria. Ele despertava tantas coisas boas no meu coração que não poderia ser outra resposta que eu esperava.
De repente todo aquele show de luz ficou para segundo plano. De repente eu percebi que ele era o meu plano, ou melhor, o nosso plano.
⚫⚫⚫

6 comentários

  1. EU ESTOU ARREPIADA!
    Sério.
    AAAAAA, QUE COISA LINDA!
    Não me canso de ler, não me canso de te elogiar. Pamela, você escreve com uma delicadeza, um amor... LINDO LINDO LINDO.
    Parabéns é pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU AMO ESSE PROJETO, DE TODO CORAÇÃO!!!!!!!!!!MUITO OBRIGADA PELO SEU SIM!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  2. Oie
    Uau, adorei o texto. Lindo. Acho muito legal esta coluna.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada *-* nos esforçamos bastante por ela <3

      Excluir
  3. Oi, Pâm!

    Seu texto ficou maravilhosooooo, menina! Já li duas vezes e não me canso! Mandou muito bem! No início, eu pensei que você iria falar sobre o filme da Cinderela, mas depois eu entendi o desafio e ri bastante em alguns pontos do seu texto.
    Parabéns!
    Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dri!!!
      Muito brigada <3
      HEHEHEHEHEHEH adorei que tenha gostado, espero que se apaixone pelos próximos!

      Excluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani