Postado em 14 de fevereiro de 2018 às 13:48

[RESENHA] O Outro Cão que guarda as Estrelas, de Takashi Murakami

Hey cupcakes! Hoje é  dia de uma resenha sobre a primeira leitura de 2018: um mangá muito fofo e uma experiência literária completamente diferente do que eu venho vivendo. 

Sinopse: Conheça a tocante história de outro cãozinho abandonado com Happy, o protagonista de ''O Cão Que Guarda As Estrelas''. Abandonado por estar muito fraco e doente, é acolhido por uma senhora que resolve usá-lo como uma desculpa pra finalmente tirar a própria vida. ''O Outro Cão Que Guarda As Estrelas'', escrito por Takashi Murakami e publicado originalmente em 2011, é uma história sobre a importância de ter alguém ao seu lado, e como a amizade e o amor sinceros até mesmo de um cãozinho fazem a diferença na vida das pessoas.


RESENHA
Eu precisava de uma leitura para sair um pouco do Stephen King e a leitura maçante por qual estou passando. Esse livro eu tive uma pequena história porque ele não iria chegar a tempo para a minha amiga secreta, então comprei ele de novo, mandei e cancelei o pedido - mas o Submarino não cancelou. Ele chegou em casa. Eu amei. E resolvi ficar com ele. Posso dizer que não me arrependi? Pena que não tinham mais páginas rs

O Outro Cão que guarda as Estrelas, é a continuação de O Cão que guarda as Estrelas, mas pode ser lido separadamente, e apesar de não pegar algumas "referências", é possível ler sem problemas. Ao longo das páginas você vai entender e associar ao que pode ter ocorrido no primeiro mangá com Happy, o cachorrinho do primeiro livro, mas agora temos duas histórias, uma com uma velhinha e outra com um menininho. 

A primeira história se passa com o irmão de Happy, o cãozinho do primeiro livro, também abandonado numa caixa de papelão, mas que se encontra muito doente. É nesse momento de abandono e doença que a senhora Nagano, uma senhora mal humorada e que só pensa na morte - e inclusive tenta adiantar a mesma - encontra o pequenino e o leva para tomar os devidos cuidados. Num olhar engraçado mas mórbido, os dois se encontram na mesma situação, à beira da morte e sem ninguém para olhar por eles, mas agora eles teriam um ao outro... O que antes era um "estorvo" se transforma numa situação de amizade, cumplicidade, companheirismo e vai se desenrolando de uma forma muito singela e especial durante o livro.
Sabe que eu acredito que os cachorros já nascem com o dono definido?
A segunda história também aparece no primeiro livro mas tem seu desenrolar agora. Ele, por sua vez, é um pug que não foi abandonado mas não foi adotado por ninguém, e passa dia e noite querendo um dono, esperando por aquele que deveria adotá-lo. Ao mesmo tempo, Tetsuo é um menino que nunca provou do amor de sua mãe e nunca foi especial para ninguém, a não ser seu avô, quando morou com ele por algum tempo, mas agora ele está sozinho e não tem saída a não ser se aventurar pelas ruas e procurar seu avô por um cartão postal de algum tempo atrás... Mas será que ele chegará ao seu destino final? Principalmente quando ele pode encontrar um amiguinho que precisava de ajuda no meio do caminho?

As duas histórias são emocionantes a sua maneira... Existem temas como suicídio, amor, amizade, sobre o que realmente é a família tratado de uma forma leve, rápida mas que faz o coração ficar quentinho, que mexe com a gente e faz derrubar algumas lágrimas. É muito bonito - nunca tinha lido um mangá de verdade, que você lê da direita para a esquerda, inclusive nos quadrinhos - e considero que foi uma experiência boa e gratificante. Fui surpreendida: como cãezinhos tão pequenos podem dar tamanha lição de moral na gente, né? É realmente lindo de ver. E se o livro vale a pena? É claro que sim! Ele é tão curtinho que não posso ficar falando muito, mas você vai rir, se emocionar e vai se apaixonar por esses cãezinhos que guardam as estrelas.

Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐

12 comentários

  1. Owwwnnn que história mais linda! Não tenho costume de ler mangás, mas preciso comprar esse!

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  2. Que capa linda! Também não tenho o costume de ler mangás, mas até deu vontade. Sem falar que os traços da história, me deixaram com um gostinho de nostalgia.
    Abraços
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pâm! Não sou de ler mangás, mas achei a capa desse e a proposta tão bonitos! Eu simplesmente sou apaixonada por qualquer coisa que envolva cãezinhos, pois tenho vários aqui em casa, então acho que realmente iria gostar da leitura.

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Pâm!

    Não sou muito de ler mangás, estou até tentando mudar isso(meu namorado não me deixa em paz até eu pegar um mangá para ler haha). Passei por uma resseca literária ''daquelas'' há uns meses, e acredito que este mangá me ajudaria a enfrentá-la, parece ser uma leitura tão leve e agradável *-*
    Amei a resenha!

    Beijão
    Cantinho da Escrita

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pâm!

    Eu li O Cão que guarda as estrelas e esse O outro cão que guarda as estrelas está na minha listinha desse ano. Estou super ansiosa para ler a sequência. A história é linda e comovente! Depois venho aqui dizer o que achei. Linda Resenha! Amei! Bjs,
    Drica.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pâm! Eu gosto de mangás, mas faz tempo que não leio um, eu adorei a dica, adoro pugs e achei o traço bem fofo com temas bem interessantes!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Aí, como pode uma capa tão linda e doce 💞💞💞
    E pela resenhas os livros não parecem ser diferente.Quero ler ❤

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nenhum manga, mas esse parece ser uma grande fofura, adorei as ilustrações =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  9. Oi Pam!
    Não sabia que você lia mangá. Sério????
    Fiquei curiosa, estou pensando em começar a ver doramas, mas não sei... Já sou viciada em séries e estou sem tempo, imagina viciar em mais uma coisa que tenho certeza que ficará atrasada? HAHAHAHAHAHAHA
    beeeeeeeeeeijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Pam,

    Adoro mangás e sempre que posso acompanho alguns.
    Já tinha ouvido falar desse, mas não cheguei a ler.
    Com certeza vai para a lista de leitura.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  11. Oi
    que bom que gostou de ler, parece ser uma história bem amorzinho, ainda mais por ter cachorro, acho que já li resenha do primeiro livro em algum blog.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Pâm!
    Eu adooooooro mangás! Sério, já perdi as contas de quantos títulos e volumes eu já li, mas confesso nunca ter lido um mangá em formato físico. Cê acredita, menina? Tô chocada com essa constatação ]: kkkkkkkkkk
    Costumo ler mangá online, mas não é de hoje que vejo esse mangá e o primeiro volume dele zanzando na Amazon e chamando a minha atenção devido as capas MARAVILHOSAS. O fato de se tratar de uma história mais emocionante e possivelmente triste (sério, cachorrinhos abandonados e uma velhinha que pensa na morte? Não tenho emocional e muito menos psicológico pra isso </3) sempre me deixam com o pé atrás, mas depois dessa resenha estou até reconsiderando. Quem sabe em alguma promoção eu não acabo comprando, não é mesmo? E de quebra eu já passo na farmácia e compro uma caixinha de lenços porque olha, já to até vendo que será bem necessária u_u kkkkkk

    Um super beijo e uma ótima semana! :*
    www.inconstantecontroversia.blogspot.com

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani