[RESENHA] O Mago de Naminaroth e a Fênix, de Bruno Davi Kretzmann

Postado em 2 de março de 2015 às 16:40 por

Oi galerinha do bem! Como vão os senhores, senhoras e senhoritas? Esperamos que muito bem! Hoje é dia da resenha de um nacional que ainda não foi publicado, mas eu, Pâm do ID, tive a honra de ser escolhida para fazer a leitura do livro que será oficialmente lançado agora, dia 21 de março. Aliás, se puderem, participem do evento e veja mais informações clicando aqui que ocorrerá em Jundiaí,SP e aproveite para conhecer a página do livro aqui.  Agora vamos à resenha? Antes só avisando que o blog completou três anos e em breve farei sorteio de marcadores - quem sabe algo mais? Agora chega de enrolar, de verdade!

Sinopse: Um menino curioso e ambicioso é tomado como aprendiz pela Corte dos Bruxos de Naminaroth. De início ele se vê maravilhado com as possibilidades oferecidas pela magia, sonhos de infância que cultivava com seu primo, mas logo ele percebe que nem tudo é belo como aparentava olhando-se de fora.
É no meio de um cenário hostil, permeado por jogos políticos e interesses ocultos, que o então jovem mago tem acesso a pesquisas secretas dos bruxos, envolvendo um dragão, criatura pela qual ele é fascinado.
A história gira em torno do ser que esse menino se tornou quando tomou o sangue do dragão para si em busca de poder, e das amizades e paixões que construiu nesse meio tempo, enquanto procurava descobrir mais sobre a criatura, e mais sobre si mesmo.



RESENHA

Faz pouco tempo, descobri que jogos de mesa podem ser criadores de universo, e ainda mais, tão divertidos quanto jogos de computador, e ainda mais: posso conhecer muitas pessoas que se aprofundam nesse universo como eu, muitas vezes, me jogo de cabeça nas história dos muitos livros que tento e sempre estou tentando ler.Qual não foi minha surpresa ao descobrir que o "mocinho do evento" criou um livro e convidou-me, uma mera mortal ávida por histórias, a ler. E eu prontamente aceitei.
Um homem que herdou o poder de um dragão, antes dele ascender aos céus e se tornar uma estrela. Foi após ouvir aquela história que procurei ler cada vez mais e mais livros sobre dragões, e meu fascínio por essas criaturas crescia conforme as estudava, cultivando em mim o desejo de, um dia, me tornar realmente próximo de um dragão, como fez o Cavaleiro de Jade.
pág.10

Pois bem, aqui estou eu, um tempinho depois de terminar a leitura, ainda tentando por em palavras a agradável leitura que tive. Acho que se o lançamento fosse adiantado, pegaria o livro para marcar os tantos trechos que o meu PDF se recusa a marcar, mas enfim.
Somos inicialmente apresentados a Tarklidght (aqui copiando o nome porque eu não consigo escrever sem olhar) e sua criação, onde basicamente, tudo começou. Lendas sobre dragões que não eram lendas, centauros reais, Heróis de Outrora e diversos elementos que no início, não achei que fosse levar ao rumo que tomou. Confesso que me lembrei um pouco de Nárnia, devido as descrições iniciais, como tudo surgiu. Talvez seja porque o início de tudo sempre me lembrará Nárnia.
– Não seja por isso! – disse Fahren, se curvando para deixar os olhos dele na altura dos meus. – Garoto, você quer viver na Corte dos Bruxos para aprender magia?  Fiquei paralisado por alguns segundos. Parecia bom e fácil demais pra ser verdade. Eu nunca estivera pronto para a sensação de ver meus sonhos mais improváveis se concretizando. Agora sabia como seria.
pág. 19
Um narrador em primeira pessoa começa a pipocar a nossa curiosidade de saber seu nome e conhecer seu destino e de seu confidente e companheiro, o primo, Philip, onde ainda crianças, tem o desejo de se tornar mestre das chamas e do gelo. E esse desejo não está longe de se tornar realidade, ao menos para o nosso pequeno destemido que é convocado a se juntar à Corte dos Bruxos de Naminaroth, à qual vai prontamente, não esperando que a realidade fosse tão diferente de quando brincava de faz de conta com seu primo Philip, lhe trazendo tanto poder, mas também alguns fardos pessoais.
- Enquanto disser a si mesmo que não pode, certamente não o fará. Mas o contrário também é válido. Concentre-se nisso! [...]
pág. 25
Aí, o rapazinho embarca juntamente com o misterioso homem onde irá aprender a como ser um mago da Corte, o que ele não esperava é que além das dificuldades, algo acontecesse com ele - entre ele e um dragão - fosse resultar em algo tão grandioso, mas também tão perigoso. Isso foi algo que eu nunca imaginaria. O garoto é tão corajoso, tão teimoso, e é justamente isso que o faz avançar por ações e intenções que outros provavelmente não se arriscariam. Mas nesse meio tempo, ele conhece outros personagens que vão ajudar, e se arriscar junto nessa jornada.
Depois que você aprende a viver da magia, fica difícil viver sem ela.
pág. 61
Um dos meus personagens favoritos, se tornou assim principalmente pela curiosidade e pelas ironias, por ser fervoroso, por ser, como eu digo, "fervido". De um jeito interessante. E ele apresenta outros dois personagens que me encantaram, seus amigos Banzai Karynn e Ani, inseparáveis, um em defesa do outro, uma amizade que surgiu a partir do "nada", e apesar de tudo, unidos até o fim. Achei muito legal a história de Ani e Caroline, adorei de verdade, me fez pensar naqueles filmes com vestidos e máscaras e mistério.
Ilustração por Adalberto Souza cedida pelo autor para a resenha e presente no livro [EXCLUSIVO]

Aliás, duas outras personagens, Caroline e Violet primeiro me conquistaram como personagens femininas, mas no fim do livro, eu queria matar a Violet (literalmente, jogar ela pela janela! ô menininha...) e apesar de entender Caroline, eu fiquei aliviada por ela não conseguir o que queria em certo ponto da leitura. A minha favorita de todas então, com toda certeza do universo, é a Fênix. Sim, a Fênix que dá o nome ao livro, e na verdade, é uma mocinha muito doce, mas sem ser boba dos outros, uma personagem forte e delicada, que conquistou desde a primeira vez que apareceu e sim, ela também é uma fênix, mas eu não contarei como isso ocorre. Enfim! Meus "ships" mudaram nesse ponto da narrativa, apesar do foco do livro não ser somente esse, eu ficava intrigada para saber como ia se desenvolver a relação dos dois - devo contar o casal ou vocês já deduziram?
- Você não entende. Isso seria o melhor para nós dois, sabe? Está me destruindo e tenho certeza que a você também. E eu tenho uma teoria de que você não está se recuperando porque está usando suas forças para me manter viva. Você não percebe? Como você quer que eu me anime sabendo disso?
pág. 300
Bailes, homem-corvo, mulheres misteriosas, intrigas muito melhores que as novelas mexicanas que ficam no vai-não-vai, personagens cativantes e um enredo intrigante, que te prende do início ao fim.
Confesso que não leio muitas histórias desse gênero que me prendam, mas de alguma forma, essa me prendeu. Ou seja, ainda há uma esperança para a garota que vos fala.
Alguns elementos me fizeram ficar pensando - magia de sangue. Muito mais forte, mais perigoso, mais intenso. Essa troca, faz com que a pessoa que trocou o sangue, crie uma impressão com o dragão. Algo muito interessante, o nosso Mago então, criou uma impressão, uma ligação, e nosso Mago também é Hearbro, o dragão que teve o sangue trocado. Não me lembro de ter lido algo sobre isso, sobre sangue de dragão e seus poderes, isso foi algo totalmente inovador nas minhas leituras e algo que vale a pena se inteirar.
– Mesmo que eu faça parecer isso, sangue não é apenas água. Ele contém informação da alma e isso faz toda a diferença. Está disposto a dedicar-se a este estudo?
pág. 30
Bruno construiu um universo de intrigas, magia, dragões, dramas pessoais, confrontos, e muita aventura, com magos e seus poderes, e desenhou muito bem esse universo inicial. e terminou num ponto onde deixará os leitores se descabelando para saber o que aconteceu. Aliás, terminei o livro reclamando com o autor, sobre O RESTANTE, isso mesmo, as páginas finais são completamente atordoantes, me deixaram com questões na cabeça, que espero, que sejam resolvidas nos próximos volumes. O que me resta agora, é aguardar o lançamento do livro físico e autografado, e esperar por mais aventuras no próximo volume.


Agradeço ao autor por disponibilizar o arquivo para leitura!

Você também pode gostar de:

12 comentários

  1. Olha eu achei sua resenha maravilhosa.
    Sua escrita muito bem desenvolvida e os detalhes do livro e sobre a história achei simplesmente fofo.
    Deu até vontade de comprar sabia? Mas eu ainda estou com alguns na lista para serem adquiridos e por isso vou deixar ele para uma próxima comprinha, porque quero conhecer sem sombra de dúvidas. Adorei tudo que você abordou sobre o livro e espero gostar também. Mas eu sinceramente prefiro os livros físicos, porque nào tenho paciencia em ler ebook n =/

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-admeto-o-globo-do-poder.html

    ResponderExcluir
  2. O jeito que você conheceu o livro foi bem legal e eu adorei os quotes que você destacou pra colocar aqui. A história é realmente interessante e deve ser incrível mergulhar nesse universo.

    Beijinhos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  3. Caramba, outro livro nacional sobre fantasia! Nesse estilo eu só conhecia "A Arma Escarlate", da Renata Ventura. Que honra ser escolhida para ler antes do lançamento hein? =)))
    Ao ler sua resenha meu deu uma saudaaaaaaade de Harry Potter! <3
    Você escreve com muitos detalhes mas sem contar muito...o que nos deixa com uma super vontade de saber mais sobre o livro! Você escreve muito bem, parabéns, Pâm!

    Mil beijos e boa semana!

    www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Parece que vai ser um livro interessante e que já me deixou com vontade de ler ao ver sua resenha, legal que você teve a chance de ler o livro antes do lançamento e ter gostado muito da história.
    Ficou boa sua resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Pâm!! Dei risada de algumas partes aqui, mas compreensivo... várias vezes estou lendo, gosto de algum personagem, mas depois tenho essa vontade louca de acabar com ele... jogar pela janela mesmo!! hauauahau O Livro parece bem interessante!!

    Ah... parabéns pelo niver do blog! 3 anos!! já é uma criança com vontades!rsrs

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
  6. Pretendo ir na estreia do livro conheço o escritor e fico feliz de saber que um amigo meu realizou um sonho de ter seu livro publicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana Emerson! Tenho certeza que será um evento muito legal! E que o livro encante muita gente também :)

      Excluir
  7. Adorei os quotes que você escolheu. Eu não conhecia esse livro e fiquei intrigada para lê-lo.
    Nem sequer pensei que seria nacional e me surpreendi. Claro que quero ler, para ontem.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  8. Pâmzinha, já quero!
    Adoro livros de fantasia. Sou uma eterna adolescente e criança, haha.
    Adorei! E achei a capa muito legal.

    Respondendo seu comentário de uns dias atrás...
    Ainda não comecei Agent Carter, acredita??? Estou tão ocupada de trabalho (por isso a demora em responder) e terminando outras temporadas de séries, que não pude ainda. Mas vou tentar nesse final de semana, que quero passar junto com o meu querido Popcorn Time, haha.

    Jura que A Garota Americana tem 2 livros? Eu queroooooo! Gostei tanto do primeiro.
    E eu vi o novo da princesaaaaaaaaa! MEG, EU TE AMO!
    Não li todos da série, enjoei na época, sabe? Li uns 4 só, mas super quero ler o casamento real!!!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Pam,
    Tudo bem?
    Eu não conhecia o autor. Gostei do enredo do livro principalmente por se tratar de uma fantasia. Não sei se estou à fim de pegar uma série para ler agora, mas com certeza vou deixar esse livro na minha listinha para leituras futuras.

    Beijussss;
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie! Não conhecia o livro, mas deve ser com certeza muito bom e a capa é linda!
    Bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/03/a-linguagem-das-flores.html

    ResponderExcluir
  11. Oie Pâm, tudo bem?
    Dei uma sumida no blog por não encontrar tempo suficiente para cuidar do jeito que ele merece, mas agora entrei como colaborada de um outro blog com algumas meninas do skoob e espero que agora eu pegue o jeito e espero que o blog dê certo também hehehe
    Mas efim, adorei a resenha, fiquei com vontade de ler, o livro parece ser bem interessante mesmo e ainda envolve tudo o que eu gosto: fantasia, dragões, bruxos e interesses políticos (Hunger Games e Divergente me acostumaram mal quanto a isso heheh). Vou dar uma procurada quando ele for oficialmente lançado.
    Aah, parabéns pelos três anos de blog, ~palmas~ espero um dia conseguir essa proeza também hahaha.

    Beijokas
    Papeando na Sala de Estar

    ResponderExcluir

NEWSletter