[RESENHA] Tamanho 42 não é gorda, de Meg Cabot

Postado em 24 de janeiro de 2015 às 00:07 por

Mais uma resenha de um livro de Meg Cabot. Como uma apaixonada por Meg, não poderia ser diferente. E por usar o tamanho aqui descrito, dentre outros, eu não pude deixar de me identificar com a personagem, não?
Mas vamos lá!

Tamanho 42 Não É Gorda
Sinopse:A cantora pop Heather Wells chegou ao fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todas as suas economias. Quando finalmente consegue um emprego de inspetora em uma faculdade, Heather acredita que tudo está melhorando. Ou será que ela está enganada?








RESENHA
Esse livro eu consegui em uma promoção do Submarino - aliás, vivem tendo promoções do submarino com a série toda, menos o último, bendito! - e lia resenhas negativas e positivas. Quando eu conversei com a Fêshi do Trocando Disco, tive a certeza de que era uma série maravilhosa e não iria me decepcionar pelos próximos volumes.


Heather Wells é uma ex-cantora pop de muito sucesso que vê sua vida decolar em um piscar de olhos, e logo ela se vê normal, ou seja, sem a fama, fortuna e o noivo. Assim sendo, ela precisa continuar sua vida, e acaba se tornando a diretora-assistente de um tipo de condomínio estudantil. A moça pretende ir para a faculdade de Nova York, mas seus planos são evaporados quando garotas do prédio começam a morrer misteriosamente, e ela começa a investigar por si própria, porque não acredita que foram meros acidentes fazendo surfe no elevador. Quem em sã consciência faria surfe no elevador?
Tem historinha bem mal contada por aí.
Eu conheço você de algum lugar? - pergunta.
Não é uma cantada. Comigo, nunca é.
Só que não é só isso. Para ajudar, ela tem um ex-cunhado (Cooper!) que é detetive particular, e diga-se de passagem, muito gato, que se preocupa muito nas enrascadas que ela está se metendo. E acaba se afundando junto e descobrindo que há muito mais para investigar. E o ex-namorado que volta para pegar no pé. E a Heather custa a entender que ele já era.
Com aquela roupa branca e a corrente de ouro em volta do pescoço, ele parece um membro desgarrado de uma boy band realmente ruim. O que, infelizmente, ele é.
Sim, minha gente, esse não é um chick-lit comum, temos um romance policial na mistura do chick-lit. Além disso, temos diálogos divertidos, a Heather é muito engraçada e se põe em situações muitas vezes constrangedoras, mas que não condizem com a idade dela - 28 anos - e você sente que ela poderia facilmente ter bem menos, pelas atitudes, Mas calma, pequeno gafanhoto, esse é somente o primeiro livro e a personagem vai amadurecendo aos poucos. Apesar da imaturidade, ela tem um bom coração e boas intenções.
 E, parada na minha frente, com uma garrafa de vodca Absolut na mão, a Sra. Allington, cor o conjunto de moletom cor-de-rosa ensopado, peito arfando, olhos cheios de desprezo que olham para o corpo de bruços de Rachel.
 A Sra. Allington sacode a cabeça.
 - Eu uso 42 - diz.
Além de tudo isso, a Heather tem que lidar com as frustrações de não ser uma tamanho 38 e sim uma tamanho 42 - sim, é a média americana, a maioria das mulheres não usam 38, fala sério! E vou afirmar que foi um dos motivos pelo qual me identifiquei mais com a personagem - eu sempre lido com aquelas frustrações de tamanho de calça, poa vida, mas no final dá tudo certo.
Gostei muito desse livro, e apesar da minha edição ser econômica, eu não me arrependi nem um pouquinho, a leitura flui bem apesar das páginas brancas, e a Galera Record não pecou - e nunca peca com edições econômicas - no tamanho da fonte, que é super confortável para leitura. A diagramação é simples, e a revisão apesar de não estar perfeita, estava muito boa, diga-se de passagem. As páginas finas não atrapalharam, mas confesso que elas podem amassar facilmente então tome cuidado com o tipo de marcador que vai usar para marcar a página.
Não me lembro de qual foi a ultima vez em que consegui entrar em um tamanho 38. Bom, lembro sim, mas não é um período do meu passado que me agrada em especial. 
Adoro a diagramação desse livro, com trechos de música da Heather antes de iniciar o capítulo... Uma mais divertida que a outra!

No mais, é isso. Leiam e não irão se arrepender !



Você também pode gostar de:

17 comentários

  1. Olha, um homem aranha! Já ouvi falarem muito bem também desse livro, principalmente por envolver mistério. Acho que isso de ver resenhas com opiniões divergentes (rá) não dá pra levar a sério. Afinal, mesmo que o livro seja super xingado, porque não ler você mesmo e tirar sua própria conclusão né? Opiniões mudam, e ainda bem que você decidiu arriscar nesse!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O presente do meu grande amor", vem ver!

    ResponderExcluir
  2. Oi Pâmni! Amei a resenha *-* você já sabe o quanto eu adoro essa série, a Heather e o Cooper, deu até saudade do Inspetor Canavan! haha vou esperar as outras resenhas ^^ e as fotos ficaram lindas! Essa edição econômica é linda! :) beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie, Pâm!

    Já ouvi falar taaaanto desse livro. Mas uma resenha que li me desanimou bastante, que dizia o quanto a Meg foi inconsistente. A sua me reanimou, mas não sei. A mesma moça disse que o final decepcionou, então fico meio insegura de investir numa série que pode acabar me frustrando.

    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Já vi várias resenhas desse livro, mas nunca me interessei muito em ler, mesmo assim, acho que deve ser uma leitura divertida. :)

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Li várias resenhas positivas do livro, eu me lembro quanto vestia o tamanho 38 rs, era bom, mas o tempo passa...
    Bem, eu gosto bastante do gênero e ainda uma pitada de humor e policial? Haha, irei pesquisar para saber mais.

    beijos e ótima semana!
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir

  6. Olá,
    Morro de vontade de ler essa série, assim que li a sinopse morri de curiosidade pela obra, sem falar que curto o trabalho da Meg. Assim que tiver oportunidade quero ler.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. muita muita gente fala sobre esse livro tenho muita vontade de ler o livro , kkkk
    ja estou seguindo o blog
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Já li alguns livros da Meg, mas não consigo gostar muito de suas histórias. Não tenho muita vontade em ler essa série, mesmo achando as capas dos livros super chamativas e bonitas.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  9. Oi Pam,
    Faz tempo que não leio nada da Meg :(
    Mas sou doida pra ler essa série, já sei que vou me divertir em alguns pontos e me identificar.. pq não hahahahaha
    Já me diverti lendo sua resenha, Meg sempre faz isso comigo!

    Amei ♥

    bjs e tenha uma semana mágica *.*
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Olá Pâm!
    Amei a sua resenha!
    Sempre tive muita vontade de ler livros da Meg Cabot, mas sempre fiquei com o pé meio atrás e sua resenha tirou isso. Gosto muito de Chick Lit e acho que a mistura dele com uma atividade policial será emocionante. Estou muito ansiosa para fazer a leitura!
    Beijos e boa semana :D
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Como já te falei: ADOOOOOOOOOORO um chick lit e adoro a Meg Cabot. Essa é uma das coleções que estão na minha listinha de compras, mas tô me segurando (porque como tambem te disse, tenho uma fila enooorme de espera HAHAHAH).

    P.S.: PAM, tu me enviou carta, né? Sabe dizer quando? Até agora não me chegou nadinha :(

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Pâm, muito amor pela Meguizinha (Sou íntima, tá? Tenho até um clube do livro com o nome dela) e seus livros mega amor.
    Eu gosto de Tamanho 42 não é Gorda, mas passa longe de ser meu preferido dela. Gostei, mas não morri de amores, apesar de que rachei de rir da Heather e suas maluquices e de ter suspirado bastantão por Cooper.
    E, sim, por que alguém faria surfe de elevador, minha gente?
    Não li os outros da série, mas quero.
    Acho que meu preferido dela é Todo Garoto Tem, A Garota Americana e a série A Mediadora.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    P.S.: Respondendo o que você perguntou no blog sobre como eu consegui ver o filme Corações de Ferro sendo que nem estreou, eu vi pelo Popcorn Time, uma maravilha dos tempos modernos. Uma espécie de Netflix, mas mega atualizado e só dá no computador. Você baixa ele tipo um app. É incrível!)

    ResponderExcluir
  13. Oi Pâm,
    Ainda não li nenhum livro da Meg (preciso muito ler!!).
    Esse parece ter uma história bem interessante.
    Sobre o tamanho... acho que todas as medidas são injustas... hahaha... deixa eu explicar. Ter tamanho 34, 36 às vezes leva você a só encontrar roupa na seção infantil... muito ruim também... rsrs... XD

    Beijussss;
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Oiii Pâm,

    Gostei muito da resenha e me estimulou a ler esse livro, eu amo a Meg Cabot, escrevi sobre o livro "sorte ou azar?" no meu blog e já li a maioria dos livros dela, mas sempre fiquei um pouco receosa em comprar esse. Vou ver se me animo agora :D

    Beijinhos :*

    https://sonhosdepapels2.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro, já tentei 2 vezes mais não me prende ://

    frasesnoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

NEWSletter

Blog Archive