[RESENHA] A Prometida, de Kiera Cass

Postado em 18 de maio de 2020 às 05:17

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha do livro A Prometida da autora Kiera Cass publicado pela Seguinte no Brasil.
a prometida kiera cassTítulo: A Prometida (The Betrothed)
Série: A Prometida
Volume: 1
Autor: Kiera Cass
Páginas: 344
Editora: Seguinte
Gênero: Romance / Drama / Literatura Estrangeira
Sinopse: Quando o rei Jameson se declara para a Lady Hollis Brite, ela fica radiante. Afinal, a jovem cresceu no castelo de Keresken, competindo com as outras damas da nobreza pela atenção do rei, e agora finalmente poderá provar seu valor. Cheia de ideias e opiniões, logo Hollis percebe que, por mais que os sentimentos de Jameson sejam verdadeiros, estar ao seu lado a transformaria num simples enfeite. Tudo fica ainda mais confuso quando ela conhece Silas, um estrangeiro que parece enxergá-la ― e aceitá-la ― como realmente é. Só que seguir seu coração significaria decepcionar todos à sua volta… Hollis está diante de uma encruzilhada ― qual caminho levará ao seu final feliz?

Continue lendo para conferir na íntegra  - os spoilers estarão em BRANCO, não se preocupe!
RESENHA
A Prometida é o novo romance da Kiera Cass, e, também, o primeiro livro da nova série de mesmo nome. Apesar da capa com uma modelo com vestido e coroa de flores, não se engane: não é um volume de A Seleção. 
a prometida kiera cass
Aqui vamos conhecer Hollis Brite, a garota do castelo de Keresken, que agora compete com outras damas da nobreza para conseguir o coração do cobiçado rei de Coroa, Jameson. Com os sorrisos constantes em sua presença, ela tem certeza que roubou a atenção e o prêmio requisitado do homem mais influente do reino. E quando está tudo certo de que ela será a prometida do reino, um par de olhos azuis surge para revirar suas certezas. O dono deles, Silas, parece ser algo que ela sempre sonhou. Só que ela já prometeu seu coração ao rei... Pode dar tudo certo quando as submissões à coroa são necessárias e há segredos escondidos por trás dos olhos azuis e dos sorrisos do rei
Se quer ficar perto do fogo, tudo bem. Quem vai se queimar é você.
Devo dizer que esse não foi um dos melhores livros que li esse ano, porém tem coisas que eu achei interessante SIM serem abordadas e importantes, como a dor, a perda (aqui, um spoiler: a perda para uma mãe sobre seu bebê é um tema delicado e a forma que foi abordado foi muito singela e significativa ao mesmo tempo), a submissão ao poder e como muitas vezes somos calados/as por outras pessoas. Devo dizer também, que minha opinião negativa não tem apenas pontos ruins, mas os pontos ruins, infelizmente sobrepuseram o que poderia haver de bom nesse volume - ainda tenho a esperança de que a continuação me conquiste e que tenha um motivo para os personagens terem sido construídos do jeito que foram nesse volume.
Era bonita.
E não havia nada de errado com isso.
Mas a beleza, sozinha, valia muito pouco.
Até eu sabia disso.
A Prometida tem uma das capas brasileiras mais bonitas que eu já vi, assim como a diagramação e os detalhes da edição, além da tradução e revisão impecáveis, de verdade, está muito limpo e lindo. No entanto, o problema do livro vai no enredo e na construção de alguns personagens.
A posse mais valiosa que se pode ter é a garantia de um lugar no coração de alguém.
Claro que me vi interessada por alguns personagens e a escrita de Kiera Cass continua a ser fluida, o que torna o livro uma leitura rápida, mas confesso a você que não consegui me conectar com quase nenhum personagem. A nossa protagonista, Hollis, aceita e ignora atitudes que nos deixam irritados, sendo que ela poderia ter maior posição em relação ao que é e o que pretende ser - e aqui, pelo que me lembro, e se não me falha a memória, posso comparar com America e dizer que não tem NADA a ver com ela. Faltou aquele temperinho de protagonista pra ela. Jameson inicialmente parece ser um rei interessante, mas ao mesmo tempo nos traz o questionamento: como pode um rei tão jovem, com seus pais, estar no poder? E poder decidir pelo povo, sendo que ele esconde grande parte do que realmente pensa e molda todos à sua volta sem saber de tudo que acontece? E outra coisa: como pode ser tão.... babaca?  Silas infelizmente falta um pouco para conquistar, e devo dizer, que Aspen é mais em tudo. Valentina foi a minha grande surpresa, e se você está lendo o livro ainda no início, vai pensar "Ué? Por quê?" , mas o plot dela traz um tema forte e inteligente - gostei muito dela, apesar de tudo e não poder dizer mais.
A simplicidade tem certa beleza, não é?
Confesso que o romance do livro não conseguiu me prender e apenas uma das amizades me pareceu sincera o bastante para seguir em frente.  As questões políticas e familiares estão intrínsecas e vão se desenrolando ao longo do livro e essa é a grande sacada devido aos grandes segredos, o que deixa um gancho grande para a continuação e tenho fé que o porquê da autora ter construído os personagens nesse tópico vão ser explicados. Não consigo acreditar que ela tenha errado a mão! 
O amor é a sobremesa de um banquete para o qual ainda estou esperando o convite.
A Prometida promete mais do que cumpre (perdão, eu tinha que soltar essa pequena piadinha) e, o livro teve uma maior desenvoltura pra minha leitura por volta dos 86%, o que achei um pouco cansativo por toda questão dos personagens e do contexto - as explicações surgem aqui e começamos a entender que a jornada da personagem vai se desenvolver melhor com a continuação do livro.  Se você é apaixonado pela escrita de Kiera e precisa de uma leitura rápida, "A Prometida" pode sim ser uma opção - vestidos, festas, bailes, reis, o jogo da nobreza... Estão todos presentes aqui, mas não espere uma comparação com A Seleção, pois a trama de A Prometida é completamente diferente e inicialmente mais fraca, e, no final, posso dizer que segue por um caminho completamente oposto, que espero ser resolvido em breve.
a prometida kiera cass

Classificação: ⭐⭐⭐ (reavaliando para 2,5)

Você poderá gostar de:

14 comentário (s)

  1. Oi, Pâmela como vai? Que pena que o livro tenha tido uma leitura tão desapontante. A capa é belíssima, mas parece que essa capa bonita esconde um livro mal elaborado, uma pena. Já li muitos comentários negativos deste livro, inclusive com notas abaixo da sua. Ótima resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Que doideira né? Um livro tão bonito visualmente, mas nem sempre o conteúdo em si é tão belo assim!
    Beijos!

    Lob Blog

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pâmela! Tenho lido tantas resenhas negativas a respeito desse livro :(
    Nem tinha me interessado tanto pela premissa, foi mais por ser da Kiera mesmo e por pensar que seria parecido com A Seleção.
    A pior coisa do mundo é quando o leitor não consegue se sentir conectado com o livro! Parece que a leitura perde um pouco da magia :/
    A resenha ficou maravilhosa e as fotos lindas!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm, isso e´verdade
      ele é tão bonito, mas tem tantos problemas na construção dos personagens... que cansa

      Excluir
  4. Oii Pâm
    Eu estava com um tremendo receio desse livro, com medo da maneira em que ela seguiria, já que A Seleção foi o grande sucesso dela. Pena que ele não supre as expectativas e tiveram muitos pontos negativos. Não sei se leria essa história dela.

    Beijinhos!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pâm
    Tua nota ainda foi boa sabe? Eu só vi resenha negativa desse livro. E isso me deixou bem decepcionada, visto que era uma história que imaginávamos que ia bombar sabe? A capa é linda, mas poxa, não pagaria pra ter na estante se for uma obra ruim assim.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pâm. Tudo bom?
    Eu achando que nada superaria Crescent City no quesito 'pior livro do ano' vem a Kiera e fala 'kkkkkk perai amore'. Ô perda de tempo com nada que foi essa leitura! Nunca vi livro tão sem plot e emoção e personalidade quanto esse. Eu me importei mais com o cavalo lá no final do que com a protagonista ¬¬
    Vou ficar bem longe de tudo a respeito dessa "série" depois desse desastre UHASUHASUHASUHASUHAS

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Acabei de vir do blog Meu Epílogo e ler a resenha da Tami sobre esse livro. Apesar de ainda não ter lido nada da autora, eu fiquei chocada que aparentemente esse livro seja tão ruim, pois eu ouvia falar muito bem sobre sua última série. É como se a autora tivesse tido uma decadência enoooorme.
    O livro traz aquele clichê clássico de triângulo amoroso, mas é difícil criar esse vínculo quando nenhum dos três personagens nos conquista né?! Cheguei à conclusão que só a capa maravilhosa salva esse livro, haha.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  8. Oii Pâm, tudo bom?

    Acho que essa é a resenha mais leve sobre esse livro, parece que é unanimidade que essa trama toda é inferior aos outros livros da Kiera e o que é pior, lenta, morna, apática. Melhorar lá pelos 86% é meio angustiante, e sabe o que? Parece que a Kiera meio que se perdeu desde o final do terceiro de A Seleção, de lá pra cá parece que ela insiste nesse universo de castelos, e tals e sempre prometendo sem cumprir (porque eu realmente achei o 4 e 5 de A Seleção extremamente fracos e desnecessários). Eu desde que vi esse livro não me interessei e honestamente não leria nem se visse uma resenha hiper positiva em algum blog, algo no livro já não me convence de cara sabe?

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir