[PEGA A PIPOCA] Filme Lucy

Postado em 27 de março de 2015 às 19:05 por

Salve, salve galera. Será que usei todas as piadas referentes a estou aqui? Talvez.
É isso ai lindos e lindas de todo este maravilhoso espaço, desculpe a semana que estive ausente. Eu tive que mandar meu cérebro para lavagem, mas já ficou pronto, então seguimos em frente. Por falar em cérebro, (sim a piadinha maldita foi proposital) vou falar aqui hoje de um filme bem especial que faz várias referências a esse órgão. Com vocês, Lucy.
Peguem, o bolo de Nutella, a cocada de colher, o Kit Kat, ou o que quer que vocês tenham para comer e vamos lá:
Em `Lucy´, a atriz Scarlett Johansson vive uma jovem que acidentalmente se envolve em uma negociação de drogas no mercado negro. Depois de absorver a substância que carrega em seu estômago, Lucy se transforma em uma guerreira implacável capaz de evoluir além da lógica humana. Morgan Freeman, por sua vez, atua como um cientista que estuda os limites do cérebro humano e auxiliará Lucy a controlar suas novas habilidades.
Lucy trata basicamente de um ramo meio “obscuro” da ciência. O mito de que nós seres humanos utilizamos apenas 10% da nossa capacidade cerebral (mais pra frente eu contarei uma explicação que refuta isso, mas calma). Tratando essa vertente, o poderoso Morgan Freeman já nos diz que os golfinhos são os seres mais inteligentes, pois podem usar cerca de 20% de sua capacidade cerebral. Parte do sucesso do longa se deve ao apelo da atriz. Sua presença dá sustância a uma personagem que passa rapidamente de “piriguete” a gênio, isso trabalhando com o peso de Morgan Freeman, o cientista que didaticamente explica a teoria do filme. Existem neste filme pesadas teorias físicas que eu adoraria discutir aqui, no entanto não vejo esse como o espaço adequeado e honestamente eu preferiria discutir cara a cara, ao invés de na net, então prossigamos.

Roteiro: Com direito a passagens em vários países, efeitos especiais grandiosos, várias referências a outros filmes é sabido que o diretor, que por sinal é a mão por de trás de o quinto elemento conseguiu criar uma nova heroína, bem over power a lá superman (um dia conversarei sobre ele e porque todos o odiarem) bem ao seu adorado estilo de mulheres fortes que emergem da violência masculina e mantém a delicadeza ao empunhar metralhadoras e afins.

Personagens:
Scarlet: Personagem muito bem montada, começando um tanto inocente e simples e evoluindo mais rápido do que Pokémon, quero dizer, no desenrolar enquanto nos é mostrada toda a evolução da personagem, nós a vemos aumentar seu poder e inteligência de forma substancial e o melhor é que Johansson consegue segurar a barra muito bem. Adorei a atuação dela se levarmos a história como um todo e a tendência a ser arrogante de certa forma, que se acarreta ao ficar cada vez mais superior intelectualmente aos pobres mortais.
Freeman: Freeman sempre consegue assumir com maestria seus papeis, se lembram de Seven? Pois é. Então vemos o velho como um cientista pesquisador do desenvolvimento cerebral. Logo seu papel secundário é muito bem desempenhado.

Sobre aquela explicação. Parem um instante para olhar as formigas, os pássaros, as arvores. Agora me digam, a natureza faz algo incompleto? Existe algo que não trabalhe em perfeito equilíbrio? Precisamente. Palavras de um biólogo, não me recordo o nome porém...

"As células do corpo humano têm apenas um propósito: ganhar tempo. E para isso encontrá dois caminhos. Primeiro ser imortal. Segundo se reproduzir. Se o habitat não for favorável, a célula escolherá a imortalidade. Agora se for favorável ela irá reproduzir-se." - Freeman.

Lembrando que se tiver algum filme, é só falar e se muitos concordarem eu faço o proximo Pega a pipoca sobre ele, ou se vocês quiserem saber minhas opiniões sobre o Superman e o porque o odiarem tanto atualmente é só comentar: "#pqcarrapatosnãotempai". 

Você também pode gostar de:

20 comentários

  1. Não conhecia esse filme, mas a premissa é muito boa e eu adoro o trabalho da Scarlett Johansson. Vou conferir, com certeza.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Já tinha escutado algo sobre esse filme mais tinha até esquecido, pela sua reviw ele parece ser muito bom e ainda têm dois bons atores, pena que ultimamente não ando a fim de ver filme , só to assistindo séries.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Luiz,
    #pqcarrapatosnãotempai HAHAHAHAHA
    E ainda não assisti Lucy! Adoro a Scarlet e está na minha lista siiiiim.
    Ah, me divirto com você! hahaha
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiz!
    Gostei muito da sua análise, porque eu não tinha muita curiosidade por esse filme, mas sua resenha me instigou. Eu ficava pensando na Scarlet como aquela personagem fetichista (bonita que depois fica overpower com armas e tudo mais), mas talvez eu esteja enganada. E o Morgan Freeman é demais! <3
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, LP!
    Olha, eu vi esse filme e não entendi nada! hahahaha
    Eu acabei o filme e pensei "WTF?" :D
    Tenho que assistir de novo pra ver se eu pego o fio da meada pq foi complicado, viu...
    hahahahhaha

    Beijo

    -Tamires
    www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. Já quis assistir esse filme, mas já ouvi algumas críticas negativas que me desanimaram, por isso, acabei não vendo. Apesar de que penso que vale à pena como um entretenimento despretensioso.

    aguardandocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Parece muito interessante mesmo! Com certeza vou assistir =)

    ResponderExcluir
  8. ENTÃÃÃÃO... acho que sou um ET porque ainda não assisti Lucy. Já ouvi pessoas falando bem, falando mal, preferindo não falar e por aí vai. HAHAHA.

    já ouvi pessoas dizerem que o final foi a maior decepção. Bom, quanto a mim, eu quero ver. Seja pela Scarlet (que é linda) ou só pra passar o tempo mesmo. O que vier é lucro HAHAH

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso querida, não assistir Lucy não faz de você um E.T. Ser um E.T é que faz de você um E.T...
      Olha, lá no meu blog pessoal eu fiz uma explicação cientifica dele. Passa lá se quiser.
      http://quatroselos.blogspot.com.br/

      Excluir
  9. Oi LP!!!! Você por aqui!! rsrsrs

    Então, eu estou doida pra ver esse filme! Aí eu comprei pirata, né?(shame on me!) e o que aconteceu como castigo? o filme parou no exato momento em que ela é convidada para trabalhar. É justo comigo? É! vai comprando pirata, vai!
    EU não tenho dúvidas de que a atuação do Mr. Freeman é impecável, ele é fod*!
    Estou adorando seus posts! Adoro saber sobre filmes. E obrigada pela explicação do Melancolia! Acho que não vou assistir não...e vc matou minha curiosidade! rsrs

    Bjos pra vc e pra Pam!
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
  10. Ah pombas, fiquei curiosa pra saber a sua opinião científica pra discutir hahaha eu achei o final exagerado. Nosso cérebro é capaz de coisas que nem somos capaz de imaginar, isso é verdade. Até certo ponto fez sentido, não duvido que seja assim mesmo se atingirmos maior porcentagem do que utilizamos, mas aí o final foi dose. Cada um tem sua hipótese, lógico, mas viajaram muito na maionese D:

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Ponte de Cristal", vem conferir!

    ResponderExcluir
  11. Também fiz a review desse filme lá no blog a um tempo atrás e confesso que não gostei tanto assim do filme, acho que o final estragou tudo pra mim, estava tudo plausível até o momento que ela virou toda aquela massa escura e eu dei risada.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não assisti esse filme, mas já tenho um pé atrás com ele por ser um pouco parecido com o filme Sem Limites *MUITO MUITO MUITO BOM* hehe' Mas enfim, preciso assistir pra confirmar se realmente, pra mim, ele é bom ou não. Sua crítica elogiosa difere da que vi em um vídeo sobre ele, então tenho duas opiniões diferentes pra equilibrar minhas considerações quando assisti-lo >< Aliás, já assistiu Sem Limites?! Se não, recomendo muito *O*

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poder Sem Limites? Assisti sim. Mas na minha opinião, muito embora o estilo de filmagem e corte do filme seja diferente e até que bom, eu achei o roteiro um tanto falho e o final foi fechado de uma maneira um tanto rápida e fraca. Lá no meu espaço eu expliquei o filme usando mecânica quântica.
      http://quatroselos.blogspot.com.br/

      Excluir
  13. Esse filme está sendo muito comentado, pretendo vê-lo em breve e tirar minhas próprias conclusão! =D

    ResponderExcluir
  14. Esse filme me irritou, simplesmente pela falta de similaridade em ser algo possivel. Ele simplesmente viajou e viajou bonito

    Não gostei

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Salve salve!
      Então, lá no meu espacinho pessoal eu tento dar uma explicada no filme com base em um teoria física. Se quiser dá uma passada lá.
      http://quatroselos.blogspot.com.br/

      Excluir
  15. Ótima resenha o filme, e eu não tivesse assistido iria anotar na minha lista de conferir.
    Agora sobre Lucy, o filme tem uma temática interessante, mas que não me agrada. Não curto filme científico. Só assisti esse, pq acabei indo forçada ao cinema com os amigos. xD

    bjosss,

    www.papuff.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Luiz,
    Mais uma ótima escolha pra comentar aqui porque eu amei esse filme, cada vez mais adorando as escolhas da Scarlett
    Esse filme passa uma mensagem bem bacana, tipo será que tudo que acontece fosse real com vc, ou outra pessoa, teria a mesma atitude que ela no final? Alguns eu dia que não, viu hahaha

    P.S.: Sobre sua pergunta lá no blog, eu acho que o twitter e tumblr influenciam muito nos YAs atuais, a maioria dos usuários do tumblr, por exemplo, se fazem de 'não preciso de grupinhos pra ser feliz, mas sofri bullying', talvez seja por aí mesmo que as autoras andam se inspirando e por isso que tem tanto YA atualmente com protagonistas assim haha não afirmando, mas é o que penso que talvez seja, ou pode ser coincidência né?

    bjs e tenha uma linda terça!
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir

NEWSletter