[RESENHA] Antes que eu vá, de Lauren Oliver

Postado em 20 de novembro de 2013 às 21:10 por


Sinopse: Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. ... Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.
RESENHA
Samantha Kingston é o tipo de garota popular que a maioria quer ser igual, e o restante que não quer, sente inveja da popularidade que a garota conseguiu. Linda, com um namorado gato e superpopular, três amigas fantasticamente populares, tem a melhor vaga no estacionamento do colégio. Tudo estava indo em estado perfeito, até a noite de 12 de fevereiro, onde Samantha morre num acidente de carro, por imprudência de suas amigas bêbedas e noite chuvosa.
Até o dia seguinte.

Acho que se despedir é sempre assim - como pular de um precipício. A pior parte é tomar a decisão e fazê-lo. Depois que você está no ar, não há nada que possa fazer além de se libertar.
Quando ela acorda em sua cama, pensando que tudo não passou de um pesadelo.
E na verdade, essa é uma segunda chance. Uma segunda chance para acertar, para refazer tudo de novo e outra vez. Samantha passa então a reviver aquele dia diversas vezes, tentando descobrir o mistério de sua morte prematura, se aprofundar em alguns porquês que a vida provoca em nós. Ao decorrer de cada dia, Sam acaba descobrindo que cada atitude tem uma consequência boa ou ruim, e que ela precisa tomar a decisão correta, o que nem sempre é a mais fácil de ser tomada, aprendendo assim o sentido e significado de viver.
O pior seria se ela se apaixonasse tarde demais, ou se desse conta de que tinha sentimentos que  não se dera conta antes.
- Você age como se eu fosse invisível durante anos, depois me manda um bilhetinho adorável, depois eu a busco, você me beija...
- Acho que foi você que me beijou, na verdade.
Ele não interrompe a fala nem por um segundo.
- ... e me faz tremer completamente, sacode o meu mundo e tudo mais, depois volta a me ignorar.
- Eu o fiz tremer? - Solto um ganido antes que possa me conter.
Ele me olha com firmeza.
- Você fez tudo tremer.
Antes que eu vá é o tipo de leitura que faz você, leitor, repensar suas atitudes, querer aproveitar melhor a vida e pensar "como seria se eu tivesse uma segunda chance para fazer tudo de novo?" Será que faríamos tudo certo ? Ou demoraríamos até finalmente entender e acertar? Sam acaba vivendo coisas que muitas vezes passamos a vida sem viver ou entender.


Regra número 1 das melhores amigas : existem coisas que você nunca, nunca diz.
A leitura apesar de ser jovem, não é boba, trata de assuntos que vivemos todos os dias, que convivemos em diferentes épocas da vida, ou já vivemos algum dia, ou ainda iremos viver.
O meu personagem favorito é exatamente um dos que menos aparecem - falo isso porque quando eu li, eu ansiava por cada aparição - um nerd que Sam não gosta e nem quer saber de ficar perto. Mas que ela acaba descobrindo ser uma ótima companhia.
Talvez antes de morrer o que você veja sejam seus fantasmas.
Você vai sorrir, vai se emocionar e querer uma continuação. No início estava relutante, mas no fim, achei uma boa opção para leitura, e uma parte do meu coração se sentiu vazia em terminar.

Você também pode gostar de:

7 comentários

  1. Oiii Pâm =DD
    Nossa eu sempre passo reto por esse livro!!
    A capa dele não me chamou mta atenção mas agora parece q ele eh bem mais do que apenas aparenta!!
    Curiosa agora!!
    Adoorei a foto com a boneca *-*
    ficou mto mara!!
    Bjoos
    http://chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha. A Lauren realmente tem esse poder de fazer seus leitores refletirem sobre o que fazem e o que deixam de fazer, fazendo-os pensar que sua vida podia ser pior e em comparação com a de outras pessoas, ela é uma maravilha.

    Robs - http://www.perdidoempalavras.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Confesso que sempre tive vontade de ler este livro, mas eu sempre esqueço de compra-lo e eu acho a capa dele muito linda.

    Beijos
    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Pam! ^^
    Eu já tinha visto esse livro em alguns blogs, mas nunca tinha parado para ler uma resenha dele. Já me interessou. A primeira vista parece ser só um drama água com açúcar, mas lendo sua resenha vi que não é isso. Parece ser sim uma história muito interessante.
    Não sei o que faria se tivesse uma segunda chance...

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, nao tinha ouvido falar desse livro, mas parece ser muuito bom em !

    Beeijos, te espero no meu blog !
    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
  6. Deve se bem legal, já tinha lido em outro blog e fiquei com vontade de ler :)
    Estou seguindo! Quando tiver post novo, me avisa lá
    no blog pra eu vir te visitar *-* Beijão, sucesso.
    http://www.kaoliveira.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Que saudades de vir fazer uma visita ao seu blog, que está cada vez mais lindo.
    Gostei muito da sua resenha.
    Já li o livro Delirio dessa autora e gostei bastante. Agora após sua resenha fiquei com vontade de ler esse, acho que seria um livro que eu gostaria bastante.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

NEWSletter