[RESENHA] Escuridão, de Elena P. Melodia

Postado em 20 de junho de 2015 às 17:08 por

Hey pessoal! Hoje é dia de resenhar o primeiro livro de uma série muito sombria que conheci ao acaso. Ninguém mandou o submarino fazer promoção por 10 reais, né? Acabou que se tornou uma surpresa agradável, que rendeu arrepios e um pouco de receio, com certeza!

Escuridão é o primeiro livro da trilogia My Land da autora Elena P. Melodia e conta a história de Alma, uma adolescente de 17 anos que tem uma vida normal: amigas, intrigas, "família que não a entende", e garotos que pegam no seu pé, mesmo sendo tão fria para tudo isso, que chega a dar nojo, por vezes.
Tudo está muito bem até o dia em que para em uma loja e vê na vitrine um caderninho roxo que chama a sua atenção. O caderninho chama sua atenção de uma forma intensa, e dali a pouco, ela se vê comprando o objeto com um senhor misterioso. A partir daí, Alma começa a escrever situações horrendas no caderninho, e descobre que elas se tornam reais no momento em que escreve. O problema é que ela não se lembra de ter escrito nada disso.
Às vezes me dizem que sou fria. Talvez seja mesmo. Mas saber dosar as emoções é uma necessidade, além de um dever: sorrisos e lágrimas podem ser muito perigosos se ficarem fora de controle. Devem ser administrados com conta-gotas para não caírem nas mãos de algum desgraçado capaz de usá-los contra você mesma.

Alma começa a se questionar e questionar exatamente o que está acontecendo com ela. É ai que surge Morgan, um rapaz do colégio, que parece ter todas as respostas que a garota precisa. Além disso, ela precisa conciliar a vida "normal" que passa longe disso, pois suas amigas vivem se metendo em emboscadas que não são nada fáceis de serem resolvidas.
De fato, acho que existem poucas pessoas incapazes de se vingar, assim como poucas são incapazes de mentir.
O livro tem um ritmo lento em certos momentos, e a personagem principal (Alma) pode ser um tanto quanto irritante mas o que ela tem de chata, arrogante e metida, ela tem de inteligente, curiosa e bonita. Não que essas qualidades sejam equivalentes. Elena construiu uma personagem cheia de mistério, que tentando descobrir mais sobre si, acaba irritando o próprio leitor. Alma não chama sua mãe de "mãe" e segue apenas o que ela acha que é correto. Apenas com sua irmãzinha que não fala ela consegue ser cuidadosa e boa o bastante.

Eis uma personagem que me fez odiar, mas não o suficiente para abandonar a leitura. Já vi muitas resenhas em que as pessoas abandonaram o livro pela principal, esse livro tiveram muitos casos. Talvez ela devesse ser menos arrogante. Talvez ela pudesse inicialmente ser mais gentil... Mas entendo que isso foi importante, para que Alma crescesse.

Morgan é outro personagem interessante, apesar de ser irritante em alguns momentos. Neste livros, eu achei o mistério do rapaz instigante e sexy. Mal podia imaginar o rumo que iria tomar.
O final é inevitavelmente frustrante, mas acho que isso foi proposital para deixar aberto para o próximo livro. Mas talvez eu esperasse algo diferente.

Apesar das páginas brancas, eu não me senti cansada com a leitura, pois os capítulos são curtos e a letra tem um tamanho normal. Gostei bastante desse livro e fiquei muito curiosa com aquele desfecho. Mesmo que você não goste, não poderá negar que é para deixar todos curiosos que ela terminou assim.

Um beijo!

Você também pode gostar de:

4 comentários

  1. Ola, Pâm.
    Confesso que o livro já não me era tão atrativo e a sua resenha me desanimou um pouquinho. Como a premissa não me agradou, provavelmente a narração lenta e os personagens não tão cativantes me fariam desistir da leitura.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pâm!

    Menina, o que foi essa promoção do submarino? hahahaha
    Tive que juntar toda a minha força de vontade para não comprar nenhum livro! Já estou lotade de livro para ler, não fazia sentido comprar mais sendo que não ia conseguir ler tão cedo!
    Eu já vi um filme com uma história bem parecida, se não me ngano o nome do livro era "o diário do diabo", alguma coisa assim! Era um filminho de terror beeeeeeeeeeem trash que passou uma vez no supercine! hahahaha
    A garota escrevia as coisas no diário e elas aconteciam.
    Que pena que a personagem principal é um pé no saco! hahahahha

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro! Consegui ele na minha primeira troca de livros! Iniciei ele mas não terminei... Mas estava gostando da leitura. Na época parei de ler para ler os outros livros da parceria com o blog.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Existem poucos livros que eu desisto de ler. Acho que por mais ''chato'' que seja, vai nos trazer algo. Esse pode ser um dos livros, mesmo não me chamando muita atençao nem pra começar. Mas que bom que você leu todo e nos trouxe a resenha :)
    Beijos, http://bhulago.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

NEWSletter

Blog Archive