[RESENHA] Sussurro - Becca Flitzpatrick

Postado em 8 de janeiro de 2015 às 19:31 por

Tradução de: Hush Hush
Autor(a): Becca Flitzpatrick
Páginas: 264
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Compre em : SubmarinoSaraivaCompare preços

SussurroSinopse: Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch. Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais dela do que seus amigos mais íntimos. Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Pois Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.


RESENHA
Sussurro é um livro tão viciante - pelo menos para eu e a maioria das garotas que leram a história, claro - que você o devora, e simplesmente assim, se apaixona por todos os personagens. Ou quase todos.
Acho que muitos já viram resenha desse livro e sabem do que se trata sobre a série Hush Hush, mas eu também quero comentar minha super experiência com o Patch. Aliás, não reparem na quantia EXORBITANTE de quotes, mas são muitos e todos são super compartilháveis!
Aliás, o tema da série é muito famoso e contido em vários livros hoje em dia : anjos caídos. Sim, você vai começar a falar "Mas anjos caídos não são uma coisa ruim?". Deveriam ser, mas nessa história não necessariamente... Na verdade, depende do seu ponto de vista.
- Ele é alto, moreno e desagradável.
E assustadoramente impenetrável. Os olhos de Patch eram como órbitas negras. Que absorviam tudo e não devolviam nada. Não que eu quisesse saber mais sobre ele. Se não gostei do que vi por fora, duvidava que fosse gostar do que espreitava lá dentro.
Pág.19
Nora Grey é uma garota bem controlada - controla o tempo, os gastos, tudo que tem que fazer. É o tipo de certinha-e-controlada que nunca sai da linha. Nunca quebra regras, nunca chega depois do horário em casa e nunca tira notas baixas. Só que a vida de "nunca" está prestes a acabar e ela não sabe. Isso acontece quando, na aula de biologia, quando ela tem de trocar sua sempre-dupla-e-melhor-amiga Vee Sky, para um moreno misterioso metido a badboy que está tirando a garota do sério.  Já no primeiro contato ela percebe que ele não é um cara comum - parece conhecê-la muito bem em tão pouco tempo. E em pouco tempo, parece estar por todos os lugares. Esse é o Patch.
- Dorothea?
- Nossa empregada. Ela é velha, mas é forte. Muito forte. - Tentei me espremer para passar por ele. Sem sucesso.
- Parece amedrontadora - disse ele, retirando a chave da fechadura e oferecendo-a para mim.
- Ela pode limpar uma privada por dentro e por fora em menos de um minuto. É aterrorizante.
Pág. 84
Mas Patch é muito mais do que um cara misterioso que a conhece bem demais. Patch é um anjo caído, que tem muito mais em mente do que apenas conhecê-la e não estou levando em conta o lado bom, estou levando em conta um lado muito mais sombrio do que talvez possa imaginar. Apesar dos avisos de sua mãe, Nora insiste em conhecer aquele pedaço curioso que acabou de surgir em seu caminho, e não vai ser fácil matar essa curiosidade.
- Não se pode ensinar ninguém a cozinhar - disse Patch. - É algo que nasce com você. Ou você sabe ou você não sabe. É como a química. Você acha que está pronta para a química?
Pág. 86
Sussurro é o tipo de livro que eu devorei, mas que muita gente já torceu o nariz (ou vai torcer), talvez por ser um tema tão comum hoje em dia? Talvez por ter um romance ligeiramente quente? Mas não. Não vejo dessa forma. Nora é uma personagem um tanto quanto teimosa, com seus cachos que fogem do padrão das mocinhas indefesas que vemos tanto por aí. É um dos meus lindinhos na estante, porque justamente nesse ela é corajosa para conhecer a fundo, apesar do medo, apesar dos riscos, ela se arrisca e acaba vivendo coisas que ela nem imaginaria que viveria.  Ela começa a questionar seu passado mas talvez não aprecie inteiramente o que irá encontrar.
 -O que isso quer dizer? - Minha voz se elevou novamente. - Só vou saber o restante da história depois que você perder o controle e me matar?
- Não preciso disso para matá-la. Se quisesse sua morte há cinco minutos, você teria morrido há cinco minutos.
Pág. 201
Os personagens são cativantes (Patch que o diga!) e a história confesso que deixa diversas pontas soltas para o próximo livro, o que é totalmente válido. Existem alguns momentos clichês, e numa releitura que fiz do livro, confesso que alguns pontos me deixaram um pouco aérea, lá pro meio, antes do fim, mas nada de me fazer desistir.
A editora caprichou na edição, com as divisões de capítulo com fonte diferenciada, e apesar dos erros ortográficos, não me irritou completamente na leitura. As páginas amarelas são um ponto bem confortável. Às vezes acho a letra pequena, e mesmo assim eu me surpreendi na primeira vez que li o livro em algumas horas - foi uma surpresa e tanto! Uma boa leitura, sem dúvida.

Alguém já leu?


Você também pode gostar de:

4 comentários

  1. \o/ \o/ \o/ Como não amar o Patch? O senhor Cipriano é tudo, particularmente amo a série e já reli algumas vezes =) =D mesmo a Nora sendo chata, acho que não é motivo para as pessoas torcerem os narizes, mas tá, cada qual com seu gosto rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Haha, esta é a famosa série que tem o Patch Cipriano? Haha, sou curiosa, mas só por causa do sobrenome dele rs.
    Eu gostei, me pareceu histérica e bem serelepe na resenha o que me deixou bem curiosa. Eu gosto de histórias que envolvem anjos caídos, mesmo que seja um pouco clichê a história...

    Ah! Respondendo o comentário de Outlander, a libélula no âmbar, não é uma trilogia, fique tranquila, é uma série com livros grandes e tem ela em TV haha, já foi a 1 parte da 1 temporada e em 4 de abril os americanos terão na Starz =/... Espero que logo venha ao Brasil, mas indico, vale muito a pena rs.

    Beijos!
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir
  3. EU PRECISO LER ESSE LIVRO!
    Está na minha lista há um tempão já!
    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia este ainda, flor.
    Parece ser muito bom. bjs

    ResponderExcluir

NEWSletter

Blog Archive