[RESENHA] Enquanto eu te Esquecia, de Jennie Shortridge

Postado em 8 de dezembro de 2014 às 13:40 por

Hey galera! Fiquei um tempo sem resenhar livros, né? Agora estou voltando - aos poucos - conforme as férias da faculdade (amém!). Esse livro eu já li faz um tempinho mas não consegui fazer a resenha antes por conta das provas, mas vamos lá!

Enquanto eu te esqueciaSinopse: Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo.
Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente. Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação?
Intenso, franco e incrivelmente emocionante, Enquanto eu te esquecia é um livro delicado, que nos questiona sobre a maneira que vivemos e nos lembra que sempre temos uma nova chance de ser feliz.


RESENHA
Bom, se você não leu a sinopse, ou se leu a sinopse, vamos começar do começo - eu achei esse livro muito bom! Estava com saudades de ler livros com essa essência de drama e romance na dosagem certa. Vamos lá!

Uma moça foi encontrada nas águas frias de São Francisco, e depois de descobrir que a tal moça era Lucie Walker, as coisas não ficaram bem claras para todos. Por que ela tinha ido parar lá? O que estava acontecendo? E o mais importante - por que ela não se lembrava de nada? Talvez ela não iria querer se lembrar do quão chata ela era, do quanto escondia do seu passado, do quão fria ela se tornou para evitar a dor e o sofrimento por que passou.

Ela era a mesma, exatamente a mesma, ainda que o cabelo não estivesse arrumado, não usasse maquiagem, as sardas à vista. Tinha emagrecido; suas roupas já não se ajustavam ao corpo, mas, mesmo assim, ela parecia ser ela mesma, só que não era.
Assim sendo, no inicio da história, Lucie é enviada para uma clínica psiquiátrica em que tenta enfrentar a temível pergunta interior - quem é Lucie Walker? O caso é que ela não descobre muita coisa. Só depois que Grady aparece, e aos poucos, vai encaixando algumas - mas, importante frisar, não todas - as peças do seu quebra-cabeças. Grady é seu noivo, que iria (ou ainda vai?) se casar com ela em poucas semanas. Mas será que ele é realmente a resposta para tudo? Ou ela ainda precisa descobrir o que há por trás de si para poder seguir em frente?
O calendário na parede da sala de recreação dizia ser seis de julho, mas achava isso difícil de acreditar.
Devo confessar que esperava que Enquanto eu te Esquecia seguisse o mesmo ritmo do livro Roubada, da autora Lesley Pearse, mas (ufa) não seguiu. Em algumas partes sim, em outras (essas que eu temia!), não. O caso é que a história de alguém-que-perde-a-memória-e-é-encontrada chega a ser um pouco igual a todas as outras nesse quesito, o que muda no caso, é o desenrolar dos acontecimentos.
Grady sempre fora um homem honesto, extremamente honesto, mas nunca tinha recebido um passe tão livre em uma segunda chance. Não mentiria. Só seria eletivo sobre o que contar a ela, não apenas a seu favor. Nem pensar, Lucie tinha ficado insana antes de ir embora.
O livro tem uma jogada mais dramática e toda a redescoberta de Lucie para o que ela foi, o que se tornou e o que é depois do acidente que fez com que ela "surgisse" na baía. Apesar disso, não me senti entediada nem de saco cheio - quando eu sentia que a leitura estava ficando mais pesada, a autora apresentava coisas do passado de Lucie que ligava peças importantes no enredo. Traduzindo : uma ótima jogada de marketing, senhorita Shortridge.
Ela era transparente, um fantasma. Sem identidade. Sem passado. Sem vida.
Além disso, adorei a diagramação e todas divisões de capítulo simples e bonita, com margens num tamanho suficiente para não cansar os olhos, e juntamente com a letra em tamanho razoável, a leitura era muito confortável. A capa transmite bem toda a história e a essência de Lucie.
Quero agradecer à editora pela oportunidade de leitura deste livro, pois foi muito prazerosa e interessante.

Você também pode gostar de:

10 comentários

  1. Eu já tinha visto alguns elogios sobre o livro e essa capa já tinha meio que me "fisgado"!
    Gostei muito da resenha e só pela sinopse eu já leria com certeza!
    Curto bastante dramas e a história chama bastante a atenção!

    Beijos :)
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei!
    Acho que dá pra se identificar com a personagem em alguns pontos, pois muitas vezes também esquecemos de quem somos, ou então não queremos aceitar o que somos.
    Entrou pra lista de desejados.

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  3. a diagramação e realmente linda
    kiss
    http://livro-azul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. OI PAAAAM

    então... não li o livro e também não tinha ouvido falar, mas confesso que essa sinopse me lembrou "lembra de mim?" da Sophie Kinsella. Só que o da Sophie é cheio de humor, ironia e coisas menininhas, bem chick lit HAHAHAH e esse pelo que eu vejo é mais drama, né? HAHAH

    que bom que a cartinha chegou, quero respostinha *-*

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Curti o que li, Pâm.
    Talvez eu dê uma chance ao livro, então. Se ele entrar em promoção, porque não (Risos.).?

    Beijos
    http://garotodelinhas.blogspot.com

    P.S.: Saudades das suas resenhas. Faça mais, mais, mais!

    ResponderExcluir
  6. Tenho que ter esse livro RSRrs sempre lendo boas resenhas sobre ele.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Pâm, que bacana. Um bom drama com uma dose extra de romance é sempre bom. A diagramação ajuda e muito para a nossa leitura ser fluida e tal. Acho esse ponto bastante válido e positivo.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
  8. Tenho que dizer que fiquei curiosa a respeito, mas não acho que leria esse livro agora porque estou com uma pilha bem grande já de coisas para ler rs

    obs: mudei a url do blog: aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Pâm!
    Adoro a capa desse livro, é tão bonitinha. Mas a história já não me desperta a mesma curiosidade de quando foi lançado, infelizmente. Porém, não descarto a leitura, de jeito nenhum. Se surgir a oportunidade, lerei.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Eita, essa história parece a da menininha da novela das seis Oo ok, melhor parar um pouco com a tv UHAUH a premissa é interessante, apesar de não ser muito inovadora, e achei que poderia acabar se tornando meio arrastado algumas partes, maas pela sua resenha não foi uma história de encher linguiça, e sim com outras descobertas. Deve ser bom mesmo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "O Desafio de Ferro", vem conferir!

    ResponderExcluir

NEWSletter

Blog Archive