[RESENHA] Uma Princesa em Tóquio, de Emiko Jean

Postado em 24 de novembro de 2021 às 06:30

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha do livro Uma princesa em Tóquio, da autora Emiko Jean publicado pela Seguinte, lançado em outubro de 2021.

Título: Uma Princesa em Tóquio (Tokyo Ever After)
Série: -
Volume: 1
Autor: Emiko Jean
Páginas: 312
Editora: Seguinte
Gênero: Romance / YA / Literatura Estrangeira
SinopseIzumi Tanaka nunca sentiu que pertence ao lugar onde vive. Afinal, ela é uma das únicas garotas com ascendência japonesa em sua cidadezinha natal, no norte da Califórnia. Criada apenas pela mãe, as duas sempre foram muito unidas – até Izzy descobrir que seu misterioso pai é ninguém mais, ninguém menos do que o príncipe herdeiro do Japão. O que significa que Izumi é literalmente uma princesa.
Não demora muito até a família imperial japonesa ir atrás de Izzy e ela partir em uma viagem para Tóquio. Em meio a confusões com um jovem guarda-costas mal-humorado (apesar de lindo!) e com primos envolvidos em diversas polêmicas, a garota vai perceber que a vida da realeza está longe de ser só glamour. E, enquanto tenta conhecer o pai, talvez acabe encontrando a si mesma.
RESENHA
Deixa eu começar essa resenha e falar que o livro foi lançado aqui no Brasil, e logo tivemos a notícia da princesa japonesa que abdicou do trono para viver um grande amor? Ai meu coraçãozinho. Parece coisa de filme, não é mesmo? E esse livro tem um plot na realeza: Izumi Tanaka é uma garota normal que mora nos Estados Unidos com a sua mãe e nunca conheceu seu pai. Até que alguns documentos são encontrados e bem... Ela descobre que seu pai é ninguém menos que o príncipe do Japão. Zoom Zoom, como é carinhosamente apelidada, tem maior interesse em conhecer seu pai, a lacuna que sempre esteve em sua vida, mas ela terá que lidar com a dificuldade de ultrapassar a barreira da riqueza para criar, ou ao menos tentar, um relacionamento de pai e filha com seu pai em meio a todos os papparazzi. É por isso que um guarda costas é encarregado da jovem. E talvez ele seja bonito demais para não notá-lo.
Caso alguém já tenha se perguntado se uma garota poderia se apaixonar por uma cidade, a resposta é sim.

Cheinho de referências do início ao fim, Uma Princesa em Tóquio é um livro gostosíssimo de ler - particularmente, eu achei que ele foi uma mistura de Asiáticos Podres de Ricos (com direito a árvore genealógica e tudo!) e Diário da Princesa, e a escrita da autora tem aquele toque dinâmico, intercalando mensagens, notícias e a narrativa em primeira pessoa da Izumi. Uma coisa que me confunde são os nomes japoneses, mas em 10% do livro já estava familiarizada e no final, eu estava chamando pelos apelidos, será que fiquei rendida sim ou claro?
— Só queria me encaixar.
 Ele dá um sorriso torto.
— Talvez você não tenha sido feita para se encaixar. Talvez tenha sido feita para se destacar.
Acho que poderia citar alguns problemas, mas confesso que eles não me fizeram querer desistir da leitura porque eu fiquei curiosa também pelo romance - ai ai, assumo e não nego. Ao contrário, acho que eu precisava de uma leitura leve e fofa depois de ter saído de uma fantasia, e essa em especial, tem gostinho de filme de sessão da tarde: uma "plebeia" que vira princesa, um guarda costas que também mostra que é muito humano e não aquela pedra que todos imaginam, um grupo de melhores amigas e um pai que, apesar da pose de realeza, guarda um desejo muito simples no coração. Claro que algumas coisas são das idades dos personagens, que ainda são jovens, mas aqui senti bem dosado pelos personagens icônicos: Noora, Glory, Hansani, Izumi, Gêmeas Iluminadas, Akio, Mariko... 

Tradições são importantes. Mas acredito que podem tanto unificar quanto dividir.
Aquela mistura que ficou totalmente gostosa, divertida, cheia de referências atuais e um desenvolvimento delicioso de acompanhar. Do início ao fim me encantei com a leitura, talvez fosse exatamente esse tipo de leitura que eu estava precisando agora: leitura leve, fofa, com um enemies to lovers numa pegada teen e YA mas com lições importantes sobre amizade, família, respeito... Ai ai, e ainda de quebra conhecer um pouco da cultura japonesa!

Classificação: ⭐⭐⭐⭐

Você poderá gostar de:

3 comentário (s)

  1. Oi, Pamela. Como vai? Parece um livro encantador, não é mesmo? Deu vontqde de conferir de perto essa história. Boa reeenha. Gostei. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com


    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAh, então Pam, eu quero muito ler esse livro. Eu adoro esse tipo de plot, simplesmente adoro. E como sempre preciso de uma dose de romance, eis me aqui hahaha

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. percebi que comentei com o link antigo do blog, mudei para https://duquesaazarada.blogspot.com/ perdoa hahah

      beijos

      Excluir