[RESENHA] O Tempo entre Costuras, de María Dueñas

Postado em 4 de maio de 2020 às 06:02

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha do livro O Tempo Entre Costuras da autora María Dueñas, o livro deu origem à série que está disponível no Netflix. Que tal conferir a resenha do livro?

o tempo entre costuras maria duenas maría dueñasTítulo: O Tempo Entre Costuras
Série: -
Volume: 1
Autor: María Dueñas
Páginas: 480
Editora: Planeta
Gênero: Romance / Espionagem / Literatura Estrangeira

Sinopse: Sira Quiroga é uma jovem costureira que, na Madri dos anos 1930, se apaixona por Ramiro. Ainda que mal o conheça, decide deixar o país por aquele novo amor. Mas o destino lhe reserva uma série de surpresas, a começar pelo desaparecimento de Ramiro pouco depois de chegarem ao Marrocos. A partir daí a jovem se converte, quase sem se dar conta, numa peça-chave na luta contra o fascismo europeu – da ditatura franquista em sua Espanha natal ao nazismo na Alemanha. Comparada a Carlos Ruiz Zafón por sua prosa envolvente e pela imaginação ao combinar fatos e personagens reais com ficcionais, María Dueñas conta em O tempo entre costuras uma aventura apaixonante, na qual os ateliês de alta costura, a sofisticação dos grandes hotéis, as conspirações políticas e as obscuras missões dos serviços secretos se fundem com a lealdade às pessoas próximas e com o poder incontrolável do amor.

Continue lendo para conferir a resenha sem spoilers!
RESENHA
o tempo entre costuras maria duenas maría dueñas

O Tempo entre Costuras é um livro da autora María Dueñas e publicado aqui no Brasil pela Planeta. A minha edição é a comemorativa, devido aos mais de 100 mil livros vendidos  - confesso que me apaixonei pela capa na Saraiva e simplesmente o levei porque eu precisava dessa obra de arte na minha estante e me surpreendi e muito com a história, ainda mais ao saber que ela foi em parte real.
E, descobri também, com o mais imenso desgosto, que a qualquer momento e sem causa aparente, tudo aquilo que julgamos estável pode se desajustar, desviar, entortar o rumo e começar a mudar.
Pág. 50
O livro narra, em primeira pessoa, a história de Sira Quiroga, uma moça espanhola que acompanhamos desde pequena, quando sua mãe, Dona Dolores, a apresenta ao mundo das linhas e agulhas: o mundo da costura. Ela tem uma vida pacata e muito tranquila, com as mãos aquecidas pelo seu doce noivo Ignacio, acompanhando-a em tardes tranquilas e quentes. Porém, aos poucos, a situação na Espanha começa a ficar um pouco mais complicada e o ateliê em que trabalha é fechado e a sua única saída é aprender a datilografia e a estudar para serviço público. O que ela não esperava é que o verdadeiro "sentido" para a vida estaria ao buscar a máquina de escrever e... Sua vida mudar drasticamente através do olhar de Ramiro Arribas e viver um caloroso sentimento. 
Mas errei, como quase sempre se erra quando construímos concepções com base no frágil apoio de uma simples ação ou algumas palavras.
Pág. 202
Com a situação atual de Madri, eles veem a necessidade de se mudar para novas oportunidades e vão para o Marrocos, para a cidade de Tetuán, encontrar uma saída para seus problemas. Mas, quando seu prometido desaparece, levando consigo muitas respostas para suas diversas dúvidas, Sira precisa decidir e entender o próximo passo. Pode ela estar preparada para o que está por vir
- Quando quiser dar um vestido de presente a alguma namorada, já sabe onde me encontrar.
- Quando eu quiser uma namorada, virei buscá-la.
Pág. 252
Sira é uma grande personagem e tenta apresentar diferentes pontos de vista, mesmo tendo seu lado e opinião. É interessante como ela é adaptável e muito inteligente, mas ainda assim, ela erra em diversos momentos e, tudo bem, porque ela é humana - só que deixo destacado que é surpreendente a atitude que ela toma quando é necessário dar a cartada de cada decisão e as consequências de cada uma. Gostei muito da trambiqueira Candelaria e seu modo de falar e como ela arruam jeito para diversas situações, Dona Manuela e sua inteligência e a sabedoria de Dona Dolores (mãe tem sexto sentido, né? rs). Dos muitos homens que aparecem na vida de Sira, devo destacar os que mais gostei: Juan Luis, Alan e Gonzalo, este último também criando uma reviravolta nos meus sentimentos. Mas de todos, claro que a minha favorita foi Rosalinda Fox - eu imaginei a Rosemary de When Calls the Heart, me julguem! rs - com sua naturalidade, inteligência e sagacidade, provou ser uma mulher tão forte quanto Sira e adoro o desenvolvimento do relacionamento e cumplicidade das duas.
- A guerra terminou há mais de um ano.
- A sua, sim. Mas agora há outra.
Pág. 272
O que senti falta na obra foi de um mapa, visto que navegamos por continentes diferentes e cidades diferentes e o livro está em constante vai-e-volta. Outra coisa, foi que dois personagens, em minha opinião, poderiam ter sido abordados e ficaram sem final pra mim - ou eu que queria que acontecesse outra coisa, mas não é nada exorbitante e acho que a maioria das pessoas nem ligariam para um deles. O livro, em certos momentos, tem um ritmo mais lento devido às narrativas históricas, muitos termos da costura e narrar um pouco do dia-a-dia, mas é necessário e, às vezes, mesmo situações pequenas se mostram muito importantes lá na frente e casam com o que acontece agora - entenda, eu digo isso, mas li o livro em quatro dias, o que, no final, nem foi tão lento assim, né? rs Pois eu não conseguia parar de ler e ficava pensando no que iria acontecer na história.  
O medo não quis ficar, foi comigo.
Pág. 281
Acredito que outro problema foi que algumas vezes, durante a leitura, a autora apresentava muitos personagens de uma vez, o que acabava me confundindo e eu lembrava um tempo depois do que estava falando ou porque tal ato era importante para a história.
As mulheres sabem perfeitamente quando um homem nos olha com interesse ou quando nos vê como uma peça de mobiliário.
Pág. 300
O livro foi adaptado numa série de dezessete episódios e está disponível no Netflix. Confesso que conferi alguns episódios e está muito fiel ao livro - claro que alguns detalhes se perdem e serão encontrados no livro, além de muitos personagens serem muito mais bonitos na minha cabeça - em questão do andamento do livro, então se você não se interessar por ler as 480 páginas, recomendo assistir a série que tem um bom andamento e ritmo - é o mesmo canal
Ninguém é quem costumava ser depois de uma guerra como a nossa.
Pág. 333
O Tempo entre Costuras foi uma grata surpresa e reúne espionagem, ação, drama, aventura, romance e segredos, além de mergulhar em períodos da História como pano de fundo para as costuras que vão sendo tecidas ao longo das páginas. É intrincado e algo que achei incrível foi que pequenas coisas tem grandes impactos para a história. Em suma, um grande livro e que dá uma outra visão da história, além de passar em lugares que não são tão comuns de serem abordados em qualquer livro de romance durante a guerra, e apontar diferentes pontos de vista, além do final ter entrado para um dos finais mais belos que eu li. A resenha ficou um pouco maior que o esperado, mas eu queria destacar alguns pontos que foram cruciais durante a leitura e foram eles que me surpreenderam tanto ao acompanhar essa maravilhosa narrativa.

Classificação: ⭐⭐⭐⭐(4,5)


Você poderá gostar de:

16 comentário (s)

  1. Oi, Pâmela como vai? A capa deste livro é lindíssima. Que bom que o livro foi uma surpresa para você. Me parece uma leitura instigante e bastante atrativa. Adorei sua resenha, parabéns! Ficou bem explicadinha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ahhh eu amo esses livros que em parte tem uma base com história real.
    Não conhecia o livro e nem sabia que tinha série na Netflix. Mesmo diante de algumas de suas ressalvas, eu gostei bastante da trama.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha, achei a capa desse livro tão linda. Fiquei bem curiosa para explorar a história! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. una novela interesante, no suele ser mi estilo de lectura, pero es bueno saberlo

    ResponderExcluir
  5. ah eu ja peguei esse livro na mao e tbm tenho mt vontade de ver a serie, adoro romance histórico ainda mais baseado em fatos reais

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Esse livro está na minha lista de leituras, mas ainda não tenho previsão de quando vou ler. Eu não sabia que tinha a série, vou procurar para assistir aos poucos.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, assiste sim porque ela é um pouquinho longa rsrs

      Excluir
  7. Quase não leio esse estilo de livro, mas dicas literárias assim são sempre boas para sairmos da zona de conforto. Esse ano estou me dedicando à literatura clássico, e queria muito ler os clássicos ingleses, como Shakespeare, Shelley entre outros.

    Abraços!

    Wall's Books
    https://wallsbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Acredita que tenho esse livro aqui e ainda não o li? kkkkk
    É, eu só enrolo, mas não quero ver a série antes de ler. Isso é certo!
    Vamos ver se consigo nessa quarentena. Torça por mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAMO LÁ ALE, se voce ler o livro, qdo ver a serie vai achar bem parecido, e algumas coisas tambem......
      LEIA SIMMMM ♥

      Excluir