[RESENHA] Senhor das Sombras, de Cassandra Clare

Postado em 8 de janeiro de 2020 às 05:49

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha do livro Senhor das Sombras, o segundo da Trilogia Artifícios Infernais  da autora Cassandra Clare.


senhor das sombras cassandra clare
Título: Senhor das Sombras #2
Série: Os Artifícios das Trevas
Autor: Cassandra Clare
Páginas: 602
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Estrangeira

Sinopse: A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Continue lendo para conferir a resenha completa!


senhor das sombras cassandra clare
RESENHA
O peso da expectativa era pesado.
pág. 31
Eu já falei que ler Cassandra Clare é sempre um sofrimento, né? Pois é. E esse não foi diferente: se Dama da Meia Noite já causou dor ao meu coraçãozinho, Senhor das Sombras tenta massacrar o que ficou em pedacinhos no primeiro volume.

Pode conter SPOILERS abaixo:

Nossa Emma acha que, após vingar a morte dos pais, estaria em paz com seu coração novamente. Mas... Obviamente, não é isso que acontece. Apaixonada por Julian, o seu parabatai e amor proibido por sê-lo, ela começa a namorar Mark, irmão de Julian, para tentar desiludi-lo do que ele está sentindo. Só que Mark convive com seus próprios demônios desde o término do seu namoro e agora convive com mais sentimentos que estão surgindo e estão cada vez mais confusos. E um problema vem se aproximando com o Reino das Fadas agitado com recentes mortes em sua corte. E se todos precisam estar juntos para lutarem contra tudo que vem ameaçando o mundo dos Caçadores com essa enxurrada de coisas... Como poderão olhar uns para os outros com os mesmos olhos?

Acabaram os SPOILERS.
Morrer por um amigo não é tão difícil quanto encontrar um amigo pelo qual valha a pena morrer.
pág. 314
Senhor das Sombras é um livro quase grande (602 páginas) com muitas emoções. Confesso que até pouco mais da metade, o livro demorou um pouco para eu sentir que a leitura estava de fato engrenando. Alguns momentos eu sentia que estava demorando para acontecer. Só que quando aconteceu.... Meu Deus! Eu precisava reler algumas coisas para checar se era isso mesmo que eu estava lendo.
Quando as pessoas morrem, o sonho do que elas poderiam ter sido morre com elas. Mesmo que as mãos que encerram esses sonhos sejam as nossas.
pág. 52
Julian ainda não tem o posto de personagem favorito dos livros da Cassandra (William Herondale é o meu amor e sempre será), mas ele está no segundo lugar (HAHAHAHAH) e a dor dele é tão intensa e ele é um personagem tão forte, que você tem vontade de acalentá-lo sempre - ele é forte, mas mesmo assim ele passa muitas coisas que você quer abraçá-lo. Emma é uma garota forte e traz muito do que a mulher luta hoje em dia, gosto muito dela e de como ela também tem uma mania de Will de querer carregar o peso do mundo nas costas (mas não precisa, minha linda!!! Não quero ver você sofrendo!!!). Mark é mais do que o primeiro livro e Cristina também tem muito que ainda não foi mostrado e aos poucos vamos conhecendo mais dos dois... E Kieran, sim.
Tememos coisas porque as valorizamos. Tememos perder as pessoas porque as amamos. Tememos morrer porque valorizamos viver. Não queira não temer nada. Tudo isso significaria é que você não sente nada.
pág. 122
O legal da Cassandra é que o personagens nunca são o que você imagina. Eles sempre tem algo a mais escondido, nunca são 8 ou 80 - até porque, a gente também não é, muitas vezes. E isso é muito interessante. O bonzinho sempre tem algo de mau. E o mauzinho sempre tem algo de bom. Além de deixar uma abertura para o terceiro e último livro da trilogia - que espero poder ler em breve para acabar com a angústia que ficou no meu peito.
As coisas nem sempre acontecem quando pensamos que vão acontecer.
pág. 228
Livros da Trilogia:
Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐(4,5)

Você poderá gostar de:

6 comentário (s)

  1. Ainda não conhecia a série, valeu pela dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. É ruim quando um livro demora para surpreender, mas que bom que esse fez isso de forma perfeita e fez a leitura valer a pena! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. I'm back \o
    Livro cheio de frases marcantes... impactantes.. Olha, fiquei curioso, viu?! a autora parece escrever muito bem.. Pena que seja "quase grande", seiscentinhas págs só.. rs
    P.S. O número que eu botei num comentário aí já mudou!.. Não sei se tu chegou a ver..
    Beeijos

    ResponderExcluir