Words Challenge 2019 - Junho/Gêmeos

Postado em 21 de junho de 2019 às 05:56


Olá cupcakes! Hoje é dia de Challenge comigo e a Alê do blog Estante da Alê  - os challenges mudaram e estamos um pouco mais ousadas: aumentamos os textos, aumentamos as palavras e estamos fazendo personagens inspiradas em cada mês. Agora estamos em junho e existe, ao menos, um personagem geminiano (a) nos nossos textos com características como .  Lembrando que o tema é Dia dos Namorados😉
Continue lendo!
Challenge 2019 - Junho

Palavras: cumplicidade, parceria, comoção, ontem, beijo, hoje, mouse, laranja

Pensei que tudo seria diferente nesse ano. Pensei que as coisas não seriam como são e bem... Cá estou eu, novamente. Sozinho na floricultura, entre um clique e outro do mouse para aprovar as últimas encomendas dos apaixonados. Já estou preparando as embalagens para quatro mulheres que receberão ainda hoje os seus recados.
Assim que o motoboy chega, entrego as embalagens com os cartões e os dizeres. Um simples "Te amo" cheio de significados. "Obrigada por todos os momentos que passamos juntos... Quer namorar comigo?" e ainda "Receba essas rosas laranjas, ardentes como o que vivemos todos os dias, exatamente como aquele por de sol de cores quentes em que selamos nosso amor. Feliz dia 12!".
Entre os diversos recados de carinho e amor, fecho a floricultura e viro a chave na porta. Finalmente o dia está acabando e não preciso me recordar dos últimos vinte e sete dias dos namorados sozinho. As minhas namoradas sempre terminaram antes comigo. E a garota que eu gosto... Bem, ela não gosta de mim desse jeito.
Ouço um barulho e vejo um border collie sentado, ofegando e abanando o rabo pra mim.
- Oi, amigão. Como você tá? Cecília cuidou bem de você hoje? Deixou você sair pra namorar?
Ele latiu duas vezes. Parecia que entendia.
- Quer que eu te levo pra casa? Acho que ela saiu com um rolinho e deixou você, né?
Ele abanou o rabo e esfregou o focinho na minha perna. Cecília é minha vizinha e também a garota que não gosta de mim "desse jeito".
- Estou te ouvindo, Pedro. - Seu olhar cheio de cumplicidade me observava com as sobrancelhas arqueadas. - Como foi ontem?
 - Tudo ok, Cecília. - Dei uma piscadinha, mas mostrei a mão direita, que não apresentava aliança, como sempre.
- Fiz espresso com chocolate. Do jeito que você gosta. Podemos conversar sobre.
Era uma jogada de risco essa que ela estava fazendo.
-Tudo bem, Cê. - Destranquei a porta e girei a maçaneta. Senti suas mãos deslizarem por meus ombros.
- Pedro.
- O dia só... Foi cansativo. Só isso. Vou descansar agora. Boa noite.
- Pedro. - Ela insistiu desenhando formas geométricas em meus braços. Deslizando suas unhas devagar por eles. Minha mente criativa já estava indo para longe dali e levando ela junto comigo em pensamentos. Ignorei sua chamada e ela insistiu. - Eu gosto da nossa parceria, Pedro.
Mencionei olhar por cima do ombro, mas neguei suavemente com a cabeça.
- Eu também gosto de nós, Cecília.
Entrei em casa e ela veio atrás de mim.
-Eu gosto da comoção que eu vejo em seus olhos quando você me olha.
Eu podia continuar nessa jogada, mas ela já havia me falado essas coisas diversas vezes antes. Já havíamos ficado, mas ela tinha medo de assumir que o que tínhamos era diferente de tudo que ela já tinha vivido - foi o que me disse certa vez. 
- Pedro... Eu gosto de você mais do que eu admito sóbria ou para eu mesma. - Finalmente olhei em seus olhos marejados. - É confuso e complicado e eu sei que eu sinto coisas com você que eu não sinto com mais ninguém.  Eu só estou cansada de negar o que sinto por você. 
E em quatro anos, eu nunca havia recebido um beijo tão salgado e com uma carga emocional tão pesada... Senti meu coração pulsar com o toque inesperado e minha bolsa cair atrás de mim. As coisas estavam longe do que eu havia imaginado... Mas sempre havia um começo ou recomeço para todas as coisas, não é mesmo?
 Enquanto nossos lábios se tocavam, pousei a rosa vermelha que havia comprado para ela no bolso de trás da calça. Ela gostava de surpresas... E eu gostava de presenteá-la com as minhas.

• • •

Você poderá gostar de:

11 comentário (s)

  1. Pamzinha,
    Seus textos me emocionam. PARABÉNS. PARABÉNS. PARABÉNS.
    E obrigada por nos compartilhar mais uma linda história ♥
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ale, querida!!!!!!!!!!!!!

      Obrigada você por topar comigo <3

      Excluir
  2. Amei esse seu texto, realmente é um dos melhores blog que estou acompanhando. Suas postagens são excelente! Parabéns!

    Já até salvei em meus blogs favoritos ❤️..

    Meu Blog: Paraíba de Prêmios

    ResponderExcluir
  3. OI Pâm, mais uma vez adorei o texto do desafio. Viajei para dentro da floricultura. Até ouvi o braulho da chave fechando a porta, senti o beijos salgado e ouvi a bolsa caindo. Parabéns pela história!
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir
  4. Achei o Pedro muito foooofo! hahah
    Mais um texto lindinho seu *-*

    ResponderExcluir
  5. Ui.., gente, tragam um prêmio pra essa escritora 🏆🏆🏆
    Geminiano é a coisa mais demorada de se conquistar ever nessa vida.. Se tiver virgem no mapa, então, sai de baixo (experiências próprias hahahaha)
    Gêmeos hoje gosta de você como amigo, amanhã te dá um vácuo no zap, mês que vem te dá um fora, e na semana seguinte é tão fofo qto um pisciano

    até el@ perceber que o sentimento por você pode durar mais que dois dias... haja ralação haha
    beijos!
    https://www.rapeizedinamica.biz For digital entertainment and goood reading

    ResponderExcluir