Postado em 21 de dezembro de 2018 às 07:01

[PEGA A PIPOCA] Bohemian Rhapsody

Hey cupcakes! Como vão vocês? Faz pouco tempo que Bohemian Rhapsody entrou nos cinemas mas já está saindo... E te conto o que achei do filme... Te conto sem spoilers!
Sinopse:Freddie Mercury (Rami Malek) e seus companheiros, Brian May, Roger Taylor e John Deacon mudam o mundo da música para sempre ao formar a banda Queen durante a década de 1970. Porém, quando o estilo de vida extravagante de Mercury começa a sair do controle, a banda tem que enfrentar o desafio de conciliar a fama e o sucesso com suas vidas pessoais cada vez mais complicadas.
Continue lendo para conferir!
Bohemian Rhapsody  chegou aos cinemas em 1º de novembro e narra a história do Queen entre os anos de 1970 e 1980, não exatamente a história original , apesar de conter os diversos elementos que permearam a carreira, aqui com um foco maior em Freddie Mercury, estrelado pelo talentoso Rami Malek, o protagonista de Mr. Robot, que já falei por aqui.
Considerada uma adaptação mais suavizada da vida de Mercury. o filme conta uma pouco desde a criação do Queen mostrando como Freddie sempre teve um talento e foi genial em suas escolhas, apesar de ter um gênio particularmente difícil e se arriscar principalmente com as outras mentes brilhantes da banda, mas também com foco no vocalista, mostra a carreira conturbada com Rock, Sexo e Drogas - nada tão explícito ao mesmo tempo que é bem notável.

Regado com muita música e grandes sucessos, Bohemian Rhapsody é um show a parte, mostra Mary e Jim Hutton - ambos muito importantes na vida de Mercury -, processo de criação da música, shows que marcaram a banda, um pouco da história de Freddie e seus problemas com a família. Já que ele é o foco, vamos combinar: Rami Malek tem semelhança física a Freddie e trabalhou muito no papel, fazendo pesquisas, lendo de tudo  e estudando-o para sê-lo, de fato - a gente achava que ele tinha cara de psicopata em Mr Robot mas ele tem muito cara de Freddie Mercury o que só me leva a crer que ele incorpora realmente o personagem para o qual está escalado e isso é muito bonito de ver.  Outra coisa: a prótese dentária que ele usa inicialmente parece muito irreal e incomoda no visual, mas aos poucos você se acostuma e é bem comum, na verdade... Ele fica muito parecido, caraca!
O filme é uma obra prima e mesmo que existam vários furos em relação a enredo e ordem cronológica, encanta com música, cores, reprodução de antigas cenas de show (foco para o Live Aid) e tem um ótimo início com os toques musicais. Mesmo eu que nunca fui muito apegada ao Queen me emocionada e chorando em alguns momentos - emocionante e com atuações bacanas e uma trilha sonora de arrasar.
É o tipo de filme que pede e vale a pena ser assistido. Confesso que, entre ele e "Nasce uma Estrela" ainda gostei mais pelo drama, atuações igualmente dramáticas e muito carregadas - apesar de nesse filme termos, por exemplo, um Freddie em dados momentos histérico e muito sensível e sentimental o que dá explicação à músicas e atitudes  - acabei me apegando mais à ele.
Você precisa assistir e recordar com nostalgia, onde principalmente as cenas finais deixam aquele gostinho de "gostaria de ter ido nesse show" e você não vai se arrepender.

Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐(4,0)




10 comentários

  1. Eu queria muito ter assistido mas acabei perdendo a oportunidade. Deve ter sido muito legal principalmente a trilha sonora. Esperar agora chegar na Netflix.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Pâm

    eu fiquei mt chateada pq n consegui ir assistir
    adorei a resenha espero assistir em breve

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. desde que lançou quero ver e até agora sempre acontece alguma coisa que nao consigo ir! ainda está passando em alguns cinemas por aqui e espero conseguir ver ainda no cinema

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Pamzinha, seu post me deu uma ideia de postagem. MEU DEUS. Eu vou escrever e te mandar por e-mail, pode ser?
    Queen é muito nostalgico para mim. Lembra meu pai.
    VOU TE MANDAR, PERA AI.

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani