Postado em 31 de outubro de 2018 às 23:36

Primeiras Impressões de Halloween - Uma Amiga Indicou

Hey cupcakes! Já falei que eu sou a mais perdida de todas as amigas que indicam nesse blog? Pois eu sou! Como não me organizei, acabei assistindo apenas um episódio de duas séries de terror da atualidade... E em pouco tempo, o que achei?
Continua lendo que eu vou te contar o que achei.
Temos aqui nessa postagem uma parceria entre: eu, Prih do Infinitas Vidas, Alê do Estante da Alê, Carol do Caverna Literária e a Carol do A Colecionadora de Histórias onde teremos uma indicação e traremos a opinião sobre, decidida pelo grupo, aqui no blog e nos blogs das meninas.


Sinopse: Na veia de clássicos do horror como "O Bebê de Rosemary" e "O Exorcista", esta adaptação segue Sabrina lutando para conciliar sua natureza dupla — metade-bruxa e metade-mortal — enquanto enfrenta forças malignas que a ameaçam, sua família e o mundo em que os humanos habitam.

O Mundo Sombrio de Sabrina, apesar de ter sido inspirado na série Sabrina - A Aprendiz de Feiticeira, ao menos no primeiro episódio, podemos perceber, tem uma pegada muito mais dark e com uma produção bem cara de Netflix - bem produzido, bem pensado e inovado. Ela tem um estilo de Riverdale com cores vibrantes e escuras além dos cenários e as personagens diferenciadas. Kiernan Shipka, a intérprete da bruxinha, tem apenas 18 anos e vamos combinar que deu um show. já no primeiro episódio Ross Lynch, o Harvey, já é conhecido de outras séries e filmes Disney mas nunca o vi tão na vibe assim. Algo que podemos ver já de cara, é que Sabrina, apesar de viver com as tias, demonstra muito sua opinião e corre atrás dela - força da mulher ou empoderamento, isso é algo abordado já no primeiro episódio e tive orgulho de podê-la ver assim, achei muito particular e super válido. Salem está presente mas não fala - ele parece muito mais um gatinho observador que está por perto de todos os acontecimentos - diferentemente do 'bonequinho' que era utilizado na série antiga.
Entenda: apesar da série ser uma espécie de remake, não tem nada - ou muito pouco - a ver com a Sabrina dos anos 90 e isso não tira o mérito de uma e nem de outra. Confesso que tia Zelda e tia Hilda ainda não me conquistaram no primeiro episódio - sou muito mais as titias dos anos 90 super divertidas com feitiços brilhantes - mas elas combinam super bem com a pegada autoritária e bruxa, tem realmente caras e bocas de bruxas e como elas seriam atualmente. Vale reforçar: a série tem uma pegada teen ao estilo Riverdale, mas não é abordada de forma simples ou "largada": faz você se apegar e pegar a ideia, trabalhar e adotar pra você também. Ah! O elemento de terror não chega a ser impossível de assistir, mas dá aquele receio bom de saber o que vai acontecer.
Inclusive, assisti à reação dos atores de Sabrina - A Aprendiz de Feiticeira assistindo ao primeiro episódio e gente! Me senti muito parte deles: fiquei com aquela nostalgia de querer assistir Sabrina e ao mesmo tempo ver os demais episódios - e é o que farei, assim que colocar as minhas séries atuais em dia. Se vale a pena? SIM! Essa é uma série que aborda diversos temas muito atuais  de uma forma inusitada e particular, ela vai conquistar você ou pelo menos, causar curiosidade o suficiente para descobrir sobre onde vai parar com outras bruxas, o temido (ou tão esperado) aniversário de 16 anos e todas as consequências que Sabrina terá se assumir o seu lado do poder da família. Mas até que ponto valerá a pena deixar sua mortalidade para se tornar bruxa?

Classificação inicial:⭐⭐⭐⭐

Sinopse:  Shirley (Elizabeth Reaser/Lulu Wilson), Theo (Kate Siegel/Mckenna Grace), Nell (Victoria Pedretti/Violet McGraw), Luke (Oliver Jackson-Cohen/Julian Hilliard) e Steven (Michiel Huisman/Paxton Singleton) são cinco irmãos que cresceram na mansão Hill, a casa mal-assombrada mais famosa dos Estados Unidos. Agora adultos, eles retornam ao antigo lar e são forçados a confrontar os fantasmas do passado, após o suicídio da irmã mais nova.
Confesso que a abertura dessa série achei muito Westworld, tanto pelo uso de elementos quanto pelo estilo da música e devo confessar que, pra mim, esse início de série foi um pouco confuso, mas no final do mesmo, eu já quero assistir aos demais. A Maldição da Residência Hill é uma série de terror do Netflix e como vale reforçar: é sempre muito bem produzida. Aqui, no caso, vamos intercalar presente e passado e conhecer uma das mansões assombradas mais famosas dos Estados Unidos. Inspirada no livro de mesmo nome lançado em 1959, a Netflix nos traz para uma família  que se mudou para a famosa mansão em 1992... Só que aos poucos, percebeu estranhos acontecimentos e algumas coisas de fato aconteceram, forçando-os a sair de lá por um motivo muito peculiar.  Isso no passado. Mas no presente, estranhos acontecimentos ainda ligam os irmãos já separados... Só que algo parece cada vez mais querer deixá-los juntos novamente. E depende muito da sua opinião achar isso bom ou ruim. A série vai conquistando pelo primeiro episódio aos poucos, por ser adulta, por ter drama, confusão e problemas com as personagens.. E gente, que final de pilot! Você fica morrendo de vontade de conferir o restante... Mas será que você tem coragem pra prosseguir?

                                                           Classificação inicial:⭐⭐⭐⭐

E se eu vou continuar assistindo? A Maldição da Residência não tenho tanta certeza, mas Sabrina gostaria de acompanhar para depois voltar a assistir a versão original que ainda não finalizei. Vale a pena? É claro que sim... Só não recomendo assistir o primeiro episódio da Residência Hill e ir dormir... É cada cena que pode aparecer.. Não diga que não avisei!

E um feliz Halloween pra vocês, com muitos doces e travessuras! 🙈🙊💀

8 comentários

  1. essas duas series estao na minha lista do Neflix, nao consegui ver pro Halloween mas vou ver agora em Novembro com certeza

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. A série da Sabrina parece ser bem interessante.
    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Não tenho coragem nem pra ver Sabrina quem dirá Maldição da Residência Hill, sou muito medrosa socorro, hahahahaha

    Att.,
    Eduarda Henker
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Pam!
    Continuuuuua A maldição da Residência Hill!!! kkk
    Adorei as imagens q vc fez! Vou dar uma conferida na série da Sabrina tbm ;)
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani