Postado em 11 de janeiro de 2018 às 12:16

[RESENHA] Sorrisos Quebrados, de Sofia Silva

Hey cupcakes! Hoje é dia de resenha novamente e dessa vez é um livro de uma autora portuguesa mas que está fazendo muito sucesso no Brasil com a força de suas palavras. É hora de conhecer um pouco da história de Sorrisos Quebrados. Eu acho que você vai sentir essa história de uma forma muito diferente... Vamos lá? Juro que não teremos spoilers, fiquem tranquilos.
Sinopse: Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.

Se não consigo ver beleza em mim, quem verá?
pág. 20

RESENHA
Eu já tinha ouvido falar muito bem desse livro pela resenha da Alê, mas não imaginava o impacto da história sobre o coração, até senti-lo. É um livro forte, um livro que trata de medos mas o principal que é o trauma, que é marcante que o medo em si, apesar de fazer parte dele e muito profundo. Vamos conhecer personagens que precisam aprender novamente a serem fortes para voltar a viver em meio a tantas mortes respirando pelas quais tiveram que passar
- Ela tem muitas demônios. Segredos e esqueletos escondidos.
- E todos nós não temos?
pág. 24
Nossa personagem inicial é Paola que passa por um grande trauma dentro de um relacionamento totalmente abusivo e violento por motivos que talvez nunca vamos entender, ; esse trauma é devido a um acidente - apesar dela já ter um outro trauma em seu passado - que marca sua vida de muitas formas fazendo com que a moça fique em uma clínica para reaprender a lidar com seus novos medos, sua nova aparência, ser reintroduzida a sociedade e voltar a viver literalmente
Outras mulheres foram abençoadas com beleza e são vazias por dentro, mas os homens não veem isso e ficam perdidos em encantos vazios.
pág. 63
Em uma de suas crises, Paola dá de cara com André, um homem marcado por traumas do passado e medos que ainda o assombram, tornando-o vulnerável em muito de si, apesar da aparência grande e bruta que inicialmente a assusta.  Por ter uma filha que faz um tratamento também na clínica e de um evento colorido que surge para as crianças, Sol, a filha de André, acaba conhecendo Paola e algo mágico acontece entre as duas, de forma que Sol encontra uma evolução no seu tratamento e Paola, uma vontade de vencer seus traumas. Mas seria ele seu refúgio quando no seu passado houveram coisas que não permitem seguir em frente e não ter um porto seguro? Ela poderia vencer seus traumas e finalmente conhecer alguém que passou por traumas e tem o coração tão ferido quanto o seu?
A verdade reluz, mas durante o dia seu brilho não é forte o suficiente para fazer as pessoas olharem para ela. É na penumbra que a verdade é soberana. E mesmo quem não quer é obrigado, pois é a única que brilha.
pág. 71
Sorrisos Quebrados é com certeza uma das melhores leituras do ano. É um livro que trata de dores, das cores, da magia que é alguém trazer mais luz ou mais escuridão a nossa vida. A autora Sofia Silva trata com uma singeleza um assunto muito complexo, tanto que esse livro é parte da série Quebrados, que trata de relações abusivas e sexuais, deficiências físicas e violência doméstica. Vamos por partes para falar um pouco do livro. Primeiro: o título tem tudo a ver com a história. Paola que, antes era só sorrisos, foi escolhida justamente por ele para viver uma história que jamais imaginou e não queria para si. Ao mesmo tempo, ela se tornou forte, sem perceber, mesmo que tudo que ela estivesse vendo fosse dor e desespero. Depois, os sorrisos, aqueles que foram quebrados por alguém, precisam ser reconstruídos caquinho por caquinho, parte por parte. Não só o dela, mas também os de um homem que há muito não sabe o que é sorrir. O de uma criança que tem um passado machucado e que não permite tantos quanto ela deveria e merece ter.

Segundo ponto: a autora aborda temas fortes, com cenas fortes e que tem impacto sobre o personagem e de certa forma faz o leitor criar empatia e apreço por elas também. Você fica pensando como seria viver nesse tipo de situação: será que você teria ou criaria maturidade suficiente? Como a pessoa passa por tanta dor e continua lutando? O brilho no olhar precisa continuar mesmo que as coisas deem errado. Temos de encontrar uma forma de ver cores onde está tudo apagado, onde foi tudo obscurecido pelas coisas ruins que aconteceram na nossa vida por consequências de atos que não queríamos que tivessem acontecido mas aconteceram. Precisamos aprender a nos reerguer, olhar em frente e também aprender que podem existir mais pessoas ao nosso lado e às vezes tudo que precisamos é deixá-las entrar em nosso coração.
Não interessa o quão velho estamos, o carinho de quem nos ama é sempre um bálsamo vital.
pág. 138
Terceiro ponto: que leitura gostosa de fazer! Os capítulos não são tão grandes e são vários, o livro em si também não é tão grande, mas a autora finaliza os capítulos de uma forma que você fica com gostinho de quero mais. Algumas partes são densas e durante o livro todo praticamente eu tive vontade de chorar quando não estava chorando. Doía no peito, massacrava o coração mas ao mesmo tempo o aquecia e fazia ficar tudo bem. Aquela leitura que te agrega, te arranca um esparadrapo mas dá um beijinho e diz que ainda não acabou, que as coisas vão melhorar. É esperança, é luz, é cor, é magia, é leitura pra levar pro resto da vida e recomendar para outros cupcakes. Vamos ler então, cupcakes?
- Deixe-me agradecer. Não estou habituado a pessoas como você.
- Como eu? - Agora sou eu olhando-o curiosa.
- Que dão sem querer algo em troca.
pág. 132

10 comentários

  1. Oie
    Já vi vários comentários sobre este livro, mas sua resenha me deixou realmente curiosa e com vontade de ler. Parece ser uma história comovente. Adorei sua resenha.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Nessa!
      Espero que curta, é um livro realmente maravilhoso!! <3

      Excluir
  2. Oi Pâm, tudo bem??

    Eu acho a capa deste livro lindo!!!! Mas confesso que nunca tive muito interesse em lê-lo, mesmo com toda a carga densa de drama que gosto. Não sei, pode ser que um dia eu mude de ideia, mas mesmo tendo amado sua resenha, ainda não bateu aquela vontade. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG Diana :( puxa... Espero que leia ele um dia, é maravilhoso!!

      Excluir
  3. Nunca tinha ouvido falar desse livro, parece ser bom ! Vou ver se leio ♥ Gostei da indicação


    De repente Moda ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi, Pâm! Nunca tinha ouvido falar da Sofia, mas gosto desse tipo de livro que faz a gente sentir algo forte. Logo de cara, não parece com um livro que eu compraria, mas algo me diz que se eu der uma chance pra ele, posso me surpreender de verdade. Fiquei com vontade. :)

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, acho que você deve SUPER dar uma chance a ele, você vai amar, de coração <3

      Excluir
  5. Olá.

    Esse livro é impactante, não é mesmo?
    Quando eu lia as resenhas, eu achava uma ótima história, mas não imaginava o impacto que ele teria na minha vida. Logo no epílogo já fiquei chocada com os acontecimentos e imaginando o que aconteceria a seguir. Confesso que foi uma surpresa esse livro e me fez ver algumas coisas na vida de outro modo.
    Intenso, maravilhoso! Bate até aquela saudade de reler de tão bom que foi.
    Adorei sua resenha cheia de positividade <3

    Adorei seu blog e estou acompanhando.
    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina! É super impactante e lindo de viver, né?Dá mesmo uma outra visão de vida, é a coisa mais linda do mundo <3

      Obrigada lindona <3 seu comentário me deu forças para esse dia1
      beijocas

      Excluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani