[RESENHA] Uma carta de amor, de Nicholas Sparks

Postado em 7 de setembro de 2017 às 10:20 por

Hey cupcakes! Como vão? Hoje é dia de resenha e dia de uma resenha de um autor que gosto muito MAS PELO AMOR DE DEUS, NICHOLAS SPARKS, agora entendi porque sempre tenho um período longo entre seus livros. A resenha de hoje é de Uma Carta de Amor... Então vem comigo ver o que eu achei?
Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.
RESENHA

Ultimamente as minhas leituras estão escassas e isso não é mais segredo. Algumas coisas vem acontecendo e a pós graduação voltou também. O tempo que me resta eu só quero dormir (dorminhoca, rs) ou ler um pouquinho de Os Miseráveis (ainda termino, está nas metas! rs) mas eu precisava acrescentar alguma leitura, que não fosse conto, às minhas leituras então resolvi pegar um dos livros que eu já havia esquecido na minha estante há um tempo e eis que apareceu Nicholas Sparks. Como os livros dele eu gosto de levar um tempo entre as leituras (muita tragédia geralmente) e já havia passado um longo tempo entre a última leitura, pensei: Por que não?
Não é fácil encarar algo completamente desconhecido.
 Pág. 100
Aqui nos deparamos com duas histórias distintas que se cruzam por meio de uma garrafa encontrada na beira da praia. A jornalista Theresa Osborne, numa bela tarde após uma intensa corrida na praia, encontra uma garrafa perdida na areia de Cape Cod em Massachussets. Mas não é uma garrafa qualquer. Ela contém uma mensagem. É a carta de um homem apaixonado à sua amada. Theresa nunca pensou que pudessem haver homens assim, que escrevessem cartas para seus amores e que fossem tão apaixonados... Pode realmente existir um homem assim? Ele é real? Ele é casado? De onde ele veio?
A vida nem sempre acontece como achamos que vai acontecer, não é?
Pág. 93
Theresa sai em busca desse homem e acaba descobrindo mais duas cartas que foram escritas há algum tempo pelo mesma pessoa. Tudo que ela tem é um nome: Garret. Uma vez que seu casamento foi por água abaixo pela traição do marido e seu filho está passando as férias com o pai, ela é impulsionada por sua amiga Deanna a tentar descobrir quem é o homem. Será que ele é um velho gagá que escreve coisas belas? Ou ainda é jovem o suficiente para viver um grande amor? É nesse ponto que Theresa vai para a Carolina do Norte, após algumas pesquisas e resolve tentar conhecer... Afinal, o que ela tem a perder?
No entanto, embora fosse atraente, havia nela algo mais que lhe atraíra o olhar. Era inteligente, isso ele logo sentira, e confiante também, como se fosse capaz de viver fazendo apenas o que queria. Para ele, essas coisas eram as que realmente importavam. Sem elas, a beleza não valia nada.
Pág. 87
Quando Garret vê aquela mulher bonita o procurando enquanto está no barco, apesar da dúvida inicial, não pode negar que deseja conhecê-la, no mínimo. Ela parece ser uma mulher inteligente, interessante e que pode compartilhar bons momentos com ele. Mas, depois de todo tempo dedicado à Catherine, a mulher para quem ele sempre escreveu, será que ele poderia se dedicar a um novo amor? Se entregar à uma nova paixão? Escrever uma nova carta de amor e uma nova história?


Nicholas Sparks mais uma vez nos traz uma história de amor, dessa vez com um clichê de carta de amor - quem não gostaria de tanto sentimento dedicado à si por outro alguém? Tanto carinho e amor seria demais? Mas além disso, esse foi um livro que tem personagens reais e me vi em grande parte neles e isso é muito positivo pois essa parte foi bem natural. Vencer medos, receios, se dispor, se compor, compartilhar amor e amizade, compartilhar carinho, ajudar um ao outro...Vários pontos são levantados com louvor e isso é muito um ponto positivo para o autor. Fazia tempo que eu não via uma mulher confiante mas que lutasse com seus receios, um homem apaixonado que tivesse medo de entregar seu coração, duas histórias que pudessem dar tão certo e serem tão reais. Gostei muito dessas características dos personagens, apesar de não ser meu livro favorito do Nicholas... Acredito que algumas partes ficaram muito extensas, num lengalenga que, em certo ponto da leitura, chega a ficar um pouco cansativo e me fez deixar o livro de lado por alguns momentos. Ou sou eu que não queria mais daquelas coisas que eu sabia que iria acontecer?
Se todos os que achavam que poderiam fracassar nem chegassem a tentar, onde estaríamos hoje?
pág. 60
No geral, Uma Carta de Amor é um livro muito bonito que tem muitas lições de um amor que a gente quer para a vida toda, de encontrar alguém que esteja disponível a se disponibilizar por nós e lutar pelo amor, acho que muita gente deveria ler justamente pela mensagem implícita. Mas veja que tem o meu "MAS" aqui, e vou deixar em branco: olha, eu já vi gente morrer de acidente, de doença, de coisas que são impossíveis de evitar... MAS DE BURRICE, PELO AMOR DE DEUS! É a primeira vez. Agora vamos à parte técnica: leitura, no entanto, é fluida em grande parte do livro, encontrei um ou dois errinhos de concordância ou digitação, as fontes são em bom tamanho e as páginas amarelas. São 278 páginas e 13 capítulos - acho que poderiam ser melhores divididos, mas isso é culpa do tio Nic, né? Outra coisa: a capa casa perfeitamente com a história. É linda! E vocês? Já leram algo dele? Qual recomendam?


Você também pode gostar de:

10 comentários

  1. Oi! Eu amooo os livros dele e comentei há pouco em outro blog que não lia resenhas dos seus livros tinha tempo. Que bom que apesar de ter tidos uns pontos negativos, você gostou. Gosto das histórias e escrita dele, porque são bem realistas. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OPAAAAAAAAAAAAAA
      foi legal
      mas a gente sempre quer um final diferente, né? rsrsr
      beijocas

      Excluir
  2. Oi Pam, eu não li esse livro do Sparks, mas parece ter uma mensagem muito bonita! Quanto a mensagem em branco, porque não me aguentei de curiosidade, #morta hahahahaha eu ri demais! <3 adorei

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Mi!!!!
      é, realmente tem uma mensagem muito bonita <3
      HAHHAHAHAHAHA
      desculpa
      haahahahhaa
      obrigada

      lkkkkk

      beijocas

      Excluir
  3. Vi só o filme e o achei muito bom, imagina o livro então! Preciso criar vergonha na cara e ler mais livros do tio Nicholas, pq até então só li Um amor para recordar e O milagre, ambos muito bons. Adoreei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HEHEHEHEHEH
      CAROLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL
      quero ver o filme :O
      O mIlagre eu achei mais ou menos, acredita?Te indico um porto seguro, achei muito lindo mesmo <3
      a ultima musica é maravilhoso também!
      beijocas

      Excluir
  4. Oi Pam!!!
    Ai, me perdoa, mas eu tenho que ser sincera, né?
    Nicholas Sparks não desce para mim :(
    Eu já li alguns livros deles e amo 'A Última Música', mas infelizmente não consigo mais me apegar e ter sentimentos para com suas obras.
    Acho que meu último livro lido dele foi... 'Meu Porto Seguro'? Acho que foi esse, rs.
    beeeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLOOCOOOOOOOOOOOOOO
      Um porto seguro não gostou, ALê???
      :(
      eu amei esse livro KKKK
      mas esse eu fiquei com raiva do final porque PO
      mas prefiro os primeiros pra falara verdade...

      beijocas

      Excluir
  5. Oi, Pam!
    Eu nunca li nenhum livro do Sparks por puro desinteresse. Não sei... as histórias dele nunca me chamaram atenção..
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Lulu!!
      Olocooo
      mas veja os filmes pelo menos
      um amr pra recordar e a ultima musica é amorzinho
      beijocas

      Excluir

NEWSletter

Blog Archive