Postado em 17 de março de 2017 às 14:25

Um pouco da arte de Neil Gaiman

Hey cupcakes! Hoje é dia de um post sobre esse autor de livros maravilhosos e quadrinhos sensacionais. Já ouviu falar de algum livro dele ou filme - O Oceano no Fim do Caminho? Sandman? Coraline? Dentre outras obras... Vem conhecer um pouco da arte que esse homem faz :) 

Sandman - É um dos quadrinhos mais famosos para os colecionadores mesclando, como diz a Panini: "...mitologias modernas e fantasia sombria, além de acrescentar elementos modernos, históricos e míticos, Sandman foi considerada uma das séries mais artisticamente ambiciosas dos quadrinhos. Quando foi concluída, em 1996, já tinha mudado a nona arte para sempre e se tornado um fenômeno de cultura pop, bem como um marco das HQs, tornando difusa a fronteira imaginária entre os quadrinhos de massa e o que consideramos como arte."Algumas edições definitivas e outras em quadrinhos marcam Sonho e a minha personagem favorita, Morte, sua irmã. Vários arcos e muitas histórias, Neil Gaiman te fazer mergulhar nesse universo e querer se aventurar mais e mais.


Coraline - Quem nunca ouviu falar desse filme? É um livro também, segue comigo na sinopse: 
A história de Coraline é de provocar calafrios. A narrativa dá muitas voltas e percorre longas distâncias, criando um "outro" mundo onde todos os aspectos de vida são pervertidos e desvirtuados para o macabro. Ao mesmo tempo sutil e cruel, o autor gosta de desafiar as imagens simples dos livros infantis tradicionais. As crianças vão se deliciar com o frio que correrá em suas espinhas durante a leitura e ficarão até agradecidas por existir um escritor que finalmente se recusa a tratar com condescendência uma plateia ávida por empolgantes contos de terror. No livro, a jovem Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração.
Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.

Stardust  - O Mistério da Estrela:É filme e é livro. Os dois são maravilhosos! E além do mais, esse bonitão aí no meio também é conhecido hoje como Demolidor da Netflix, tá lembrado?
'O mistério da estrela – Stardust', conta a história do jovem Tristran Thorn, que promete capturar uma estrela cadente para conquistar o coração de sua amada. Para levar a cabo a missão, Tristran tem que atravessar o portal que separa o vilarejo de Muralha, encrostado “num alto afloramento de granito no meio de uma pequena região de floresta”, na Inglaterra vitoriana, da Terra Encantada. Poucos ousam cruzar o portal, exceto durante a Festa da Primavera, que acontece de nove em nove anos. Nessa época, uma grande feira se instala no local e os moradores de Muralha, bem como visitantes de todas as partes do mundo, entram em contato com os seres que habitam o outro lado. Foi o que ocorreu muitos anos antes, quando Dunstan Thorn, o pai de Tristran, cruzou o portal e conheceu uma bela e misteriosa jovem de olhos cor de violeta, a verdadeira mãe de Tristran.Em sua jornada pela Terra Encantada, Tristran Thorn, que desconhece sua origem, mas tem a força impetuosa dos apaixonados, enfrentará perigos e armadilhas, conhecerá seres fantásticos, que vivem num mundo regido por leis próprias, e precisará de inteligência, coragem e uma boa dose de intuição para realizar o Desejo de seu Coração, ao melhor estilo das narrativas de fantasia. Sua luta, no entanto, revela-se outra ao longo das páginas. E sua saga é temperada pelo bom humor, a ironia e a visão singular do bem e do mal, do certo e do errado, do real e do imaginário, da vida e da morte que caracteriza a obra de Neil Gaiman.
Fonte

Deuses Americanos: A saga de Deuses americanos é contada ao longo da jornada de Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado e cujo único objetivo é voltar para casa e para a esposa, Laura. Os planos de Shadow se transformam em poeira quando ele descobre que Laura morreu em um acidente de carro. Sem lar, sem emprego e sem rumo, ele conhece Wednesday, um homem de olhar enigmático que está sempre com um sorriso no rosto, embora pareça nunca achar graça de nada. Depois de apostas, brigas e um pouco de hidromel, Shadow aceita trabalhar para Wednesday e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora por cidades inusitadas dos Estados Unidos, um país tão estranho para Shadow quanto para Gaiman. É nesses encontros e desencontros que o protagonista se depara com os deuses — os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) —, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido. O que Gaiman constrói em Deuses americanos é um amálgama de múltiplas referências, uma mistura de road trip, fantasia e mistério — um exemplo máximo da versatilidade e da prosa lúdica e ao mesmo tempo cortante de Neil Gaiman, que, ao falar sobre deuses, fala sobre todos nós. “Deuses americanos” foi adaptado para a TV em série com estreia prevista para 2017, com roteiro do próprio Neil Gaiman e produção de Bryan Fuller (das séries Hannibal e Pushing Daisies e dos filmes da franquia Star Trek).


O Oceano no Fim do Caminho: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano. 

Dentre outras obras, Neil Gaiman é considerado um gênio com uma criatividade arrebatadora e que faz sucesso há um tempinho...Com livros como O Livro do Cemitério, Filhos de Anansi e Lugar Nenhum ele faz sucesso até os dias de hoje.  Já viu quem é ?

O autor
Neil Gaiman nasceu em 1960, na cidade de Portchester, Inglaterra. Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Seu trabalho mais conhecido é "Sandman", que o imortalizou entre os fãs de HQs. Por 75 números, Gaiman e "Sandman" foram se tornando cada vez mais famosos. A série tornou-se o carro-chefe do selo Vertigo, destinado a um público geralmente adulto que não queria mais saber de super-heróis. O autor ganhou reconhecimento da crítica ao receber prêmios ao redor do mundo, entre eles o prestigiado World Fantasy Award, geralmente concedidos apenas a obras em prosa.


Já conheciam o autor? Sentem curiosidade em ler alguma obra? Já leram alguma?


5 comentários

  1. Ooooooi Pam!
    Como assiiiiiiim? Você já leu o que do Neil?
    Me indica o melhor????
    Eu nunca tive coragem de me aventurar nesses livros, mas são tantos elogios.
    As edições dos livros dele também são lindas, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alee queridona!!!!
      Eu li o oceano no fim do caminho, stardust e sandman (dois arcos) <3 precisava terminar os quadrinhso, acho que foi um dos mais maravilhosos que eu já li *-*
      SIMMM! OLHa , a edição de Stardust é cheia de ilustrações dele, uma delas que eu li, é muito capricho da vertigo senao me engano na epoca *-*
      eu indicaria stardust ,mas acho que o oceano no fim do caminho é mais facil de encontrar.... Sandman ainda é o melhor HAHAHAHA os quadrinhos, mas é um pouquinho caro a edição definitva T.T então SANDMAN! Vale <3

      beijocas

      Excluir
  2. Menina, qq houve que vc tá sumida?
    Eu nem sabia que Coraline e Stardust eram dele!! Fiquei surpresa agora hahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meninaaaa, to não!!!Acabei de voltar do seu bloguinho <3
      POis é menina!!!
      E Sandman é MARAVILHOSO, voce precisa ler <3

      beijocas

      Excluir
  3. Lucas Pecchio Amantéa21 de setembro de 2018 01:05

    Neil Gaiman, é bom demais. Comecei lendo Deuses Americanos, dai depois li Lugar Nenhum, e Filhos de Anansi e em todos me surpreendi positivamente com a forma tão especial que ele trabalha cada personagem. Além de te cativar do inicio ao fim, você fica tão imerso nos universos criados que da vontade de viver dentro da história, o que não é tão difícil com tantos detalhes a que se apegar durante a leitura. Estou começando a ler Oceano no fim do caminho, e logo pelo inicio acredito que terei mais boas surpresas ao viver as histórias e situações junto com as personagens. São leituras muito bacanas, que fluem bem e que valem muito a pena. Sem dúvidas, até agora meu livro favorito é o Lugar Nenhum, recomendo a leitura rs

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Pâm Possani