[PRIMEIRAS IMPRESSÕES] Os Zebras - Garotos do Mau Caminho, de Nicolas Catalano

Postado em 9 de fevereiro de 2017 às 16:40 por

Hey cupcakes! Que tal um Primeiras Impressões para hoje? E vamos de Nicolas Catalano, autor de Espelho dos Olhos que já resenhei aqui. Devo dizer que essa foi uma leitura completamente diferente do que estava acostumada com o Nicolas, mas a surpresa foi boa. Vem conferir por quê?
Sinopse: Eddie Murray não é um bom garoto. Com apenas 15 anos, já causou problemas de sobra para o resto de sua vida! Violento, expulso de três escolas, odiado pelos professores e ainda tendo um envolvimento em um peculiar homicídio das gêmeas "Boomerang" (de apenas 6 anos de idade), sua mãe não vê outra opção a não ser mandá-lo a uma dinâmica academia que talvez o colocará no eixo. Mas, o que ela não imagina é que o lugar poderá transformar ainda mais o seu caráter.


PRIMEIRAS IMPRESSÕES
Nada adianta a casa ser enorme se a energia que preenche não é pura e agradável, não é mesmo?
Esse é um projeto de Primeiras Impressões dessa vez do queridão Nicolas Catalano com o projeto Os Zebras - Garotos do Mau Caminho. Aqui vemos um lado bad do autor, que é um doce de pessoa. Mas por que um lado bad, Pâm? Os Zebras vai contar a história de garotos maus. Garotos de quinze anos que estão aprontando poucas e boas (ou na verdade, muitas e não boas rsrs) para chamar a atenção... Mas seria só isso? Esses rapazes ingleses, com dicção perfeita e boa aparência podem esconder mais do que os olhos podem ver. Aquela famosa frase de "Por fora, bela viola, por dentro, pão bolorento" funciona bem aqui.
Às vezes, tudo muda dentro de nosso mundo interior. Um pequeno mau minuto pode transformar
todos os nossos sentimentos em poeira. Tudo aquilo que foi bom, hoje pode ser o pior.
As minhas primeiras impressões foram vários questionamentos, na verdade, por exemplo: como o ser humano pode ser um ser tão desprezível? E como as pessoas não pensam nas consequências que seus atos geram - coisa de um minuto ou dois podem ter consequências para a vida toda. E outras reflexões como por exemplo: como a depressão pode ser uma doença que não afeta somente a pessoa que sofre dela, mas também dos familiares que estão dependendo da pessoa? A falta de amor e carinho acaba sendo uma fatalidade que resulta na má formação do caráter, claro que não em todos os casos, mas que afeta a reciprocidade que aquilo gera para os demais, por isso nós precisamos aprender a seguir em frente de uma maneira positiva, por mais difícil que isso possa ser.
Por que o ser-humano não consegue ter a força necessária para encarar a vida? Por que ter força é o caminho mais complicado em momentos difíceis? Há dias marcantes em que a vida fica lenta e sem sal,parecendo grudar em todo o nosso astral.
Como pode, coisas aparentemente tão pequenas para alguns, terminarem em tão grandes para outros, se não fosse por um cuidado ou respeito que faltou aqui e ali? É, Nicolas, se você queria fazer seus leitores ficarem encucados e verem no que o mundo está se tornando - porque sim, isso é muito real, apesar de estar sendo tratado na ficção - você conseguiu, devo dizer. Os rapazes são jovens e fazem coisas que o mundo muitas vezes prega que jovens devem fazer... Mas estaria isso errado? Um botão piscava na minha cabeça todo o tempo que via as atitudes dos garotos.
O passado tem de ficar para trás, mas o presente, não. Por que é tão difícil deixar as coisas ruins irem embora?
Outra coisa: Será que mandá-los para uma Academia que deve colocá-los nos eixos vai resolver o comportamento ruim que eles tem? Uma constante aqui: em Espelho dos Olhos temos a divisão pela cor dos olhos para uma atividade diferente; na Academia temos a divisão do prédio da Academia de uma forma pouco convencional e vou acrescentar que achei isso criativo mais uma vez.
Comprar coisas novas é legal. Usar coisas novas é legal. Agora, conhecer pessoas novas… Tô fora. Dão muito problemas, porque são cheias de estranhezas. Pessoas vêm com defeitos.
O autor mais uma vez traz temas  que às vezes deixamos de lado. Em Espelho dos Olhos, temos o ser diferente, a fuga do padrão e o descobrimento de um eu que não tem nada a ver com o que as pessoas estipulam pra nós e muitas outras questões que não vou me estender agora, mas fazem parte. Aqui, temos as consequências dos pais para com os filhos e (será que o Nicolas também é um bad boy? HAHA) e as consequências que as pessoas tem que lidar com suas atitudes. Ah! Por último: sim, você vai entender porque eles são os zebras...Mas essa é uma coisa que não vou abordar nas primeiras impressões, afinal, é só um gostinho do livro (que parou bem na parte de: Epa, neném, quero mais!), certo? #escrevemaisNi 

Então é isso, já estou no aguardo por mais do que as primeiras impressões e ter a impressão toda, mas fica de nota que o começo já ficou pra lá de interessante, é claro :)

Aproveitando, não esqueçam de participar de duas super promoções que estão rolando no blog:



Você também pode gostar de:

0 comentários

NEWSletter

Blog Archive