Conselho Apresenta + [RESENHA] Sete minutos depois da meia noite, de Patrick Ness

Postado em 21 de fevereiro de 2017 às 09:41 por

Hey cupcakes! Hoje é dia de uma resenha de um livro que saiu há pouco tempo nos cinemas. Não sei se vocês já conhecem, mas foi criado um projeto, ou melhor, um Conselho para julgar as adaptações literárias a partir de janeiro de 2017 - e sim, eu sou o pontinho atrasado do Conselho. Mas hoje eu estou aqui para falar dessa experiência de leitura que eu espero poder em breve assistir porque... Bem, vamos ver o por quê, né?


Sinopse: Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida.
A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.
Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.
Histórias são o que há de mais selvagem - disse o monstro com um estrondo. - Histórias perseguem, mordem e caçam. 

RESENHA
No final de 2016, LP veio com um projeto: por que não julgar as adaptações literárias? Vemos o livro e lemos o filme (HEHE) e  vamos debater o que esse livro tem de bom para os cinemas ou se o filme tem algo de especial de acordo com a história que deveria seguir... Enfim! Reunimos um Conselho para discutir e agora contamos com a Carol e a Lê, a Prih e a Tami para falar sobre esse mundo de filmes vs. livros. Acho que está começando a dar certo!
Mas já falei demais! Vamos a resenha!

Conor O'Malley é o tipo de criança invisível que convive com um grande problema: sua mãe está com câncer e cada dia ela está passando por mais tratamentos que a deixam mais cansada e fazem seu sorriso ser substituído pela serenidade do sono. E por isso ele se tornou invisível, não que ele ligue tanto para isso. Afinal, existem coisas mais importantes para lidar, como por exemplo, o monstro que o chama todas as noites em sonho, e quando ele acorda, descobre que ele tem a forma do teixo que fica ao lado da sua casa. O monstro diz ser milenar e tem algumas histórias para contar, antes de deixar Conor contar a sua história - a história da verdade. Mas o que essas histórias tem a ver com Conor? E o que ele vai contar, se nem ele sabe qual a verdade? E a sua invisibilidade pode ter algo a ver com isso?
Não que ele fosse realmente invisível, era que as pessoas se acostumaram a não vê-lo. 
Esse livro é aquele tipo de livro que você lê sem nenhuma pretensão e acaba se surpreendendo por ter de lidar com dor, com perda, com a visão de uma criança e suas verdades, mesmo que doam, mesmo que faça sofrer e as consequências dos atos e as consequências da vida. Em poucas páginas, afinal o livro não tem nem 200 páginas, o autor Patrick Ness apresenta de forma encantadora (deveria ser aterrorizante? Eu não vi dessa forma...) os medos e receios e também a forma de lidar com determinados assuntos que se tornam cabulosos para nós, mesmo quando adultos.
- Mas por que importa, se é só um sonho? Por que um sonho não seria capaz de cruzar a cidade? Não se for um sonho tão velho como a Terra e tão grande como o mundo...
O monstro, apesar de ser um teixo, pode muito bem estar dentro de nós mesmos, afinal somos recheados de histórias que evitamos e várias verdades que fingimos ou falamos que não sabemos apenas para não enfrentá-las. Conor é um garoto corajoso e mais uma vez eu bato na mesma tecla: as crianças podem sim ser maldosas. As histórias do teixo são outro ponto positivo e você fica a cada página mais curioso pela quarta história... O que será que Conor vai contar?
- Abra - disse o monstro, a voz clara como se a janela não os separasse. - Quero falar com você.
- Ah, sim, claro - disse Conor, falando baixinho. - Porque é o que monstros sempre querem. Conversar.
A Novo Conceito também deixou um trabalho muito bonito, apear de eu ter aproveitado a versão digital: existem letras em itálico e em negrito, o que eu achei que muitas vezes reforçava a voz do locutor, isso foi muito legal. E a capa? Pude conferir na livraria e está um espetáculo com as cores mais vintage mesmo sendo uma capa de filme. Os capítulos não são tão grandes e acredito que isso possa ser outro ponto positivo, porque quando você começa a ler acaba lendo outro capítulo e mais outro...
Às vezes as pessoas precisam mentir para si mesmas, acima de tudo. 
Enfim, aqui está mais um livro recomendadíssimo: quer sair da ressaca literária e não tá afim de ler algo com páginas demais? Sete minutos depois da meia-noite está aqui... E sim, você vai descobrir o porque do título do livro, mas isso eu me recuso a contar ;) 

Bem, ja que falei tanto da experiência literária, que tal ficar com esse trailer com gostinho de quero mais?

E já que tá aqui, não esquece de participar de duas super promoções que estão rolando no blog:

Você também pode gostar de:

10 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Amei a resenha! Infelizmente assisti o filme antes de ler, já peguei os spoilers...hahaha. Mas o filme é maravilhoso, imagino que o livro seja muito melhor e por isso pretendo lê-lo.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Esther!!
      Tudo bom ?
      AAAH que bommm mas que ruim rsrsrs
      leia sim, ele é tão curtinhO!!!

      beijocas

      Excluir
  2. Oi, Pâm! Eu aqui de novo!! =D
    Amei essa proposta do Conselho, é um desafio passar os livros pras telonas, mas se é pra fazer, que seja bem feito, né não?
    E essa história, então? Já me fisgou! Não sei se acho fofa ou mesmo aterrorizadora, mas dá pra sentir que vou adorar... Te encontro de novo pra gente falar do filme, beleza?

    Abraço!
    Fernanda

    http://spaziodilibri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Ferrrr!
      Simmmm, exatamente rsrs por isso o time ta ficando graaande hehehe
      E maravilhosa! Mal posso esperar para ver o filme mesmo *-*
      vamos verrrrr, espero que sim!!

      beijocas

      Excluir
  3. Ei Pam!
    Infelizmente eu vi o filme antes de ler o livro :/ mas pela sua resenha, não percebi muitas diferenças! eu gostei do filme, nos mostra uma outra visão de quem pode ser o monstro no nosso dia a dia, nós mesmos. Eu espero poder ler o livro logo logo, estou bem curioso em relação a ele e sua resenha só aumentou isso! hahaha ótima resenha!
    Abraços
    Raphael Netto
    http://aestantedosgemeos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Rapha!
      Poxa vida!
      exatamente... da pra pensar bastante sobre a vida com esse filme, não é verdade?
      hehehehehe
      ai simmm!

      obrigada <3
      beiocas

      Excluir
  4. Guria, curto demais quando comparam filmes e livros e aliás tenho uma coluna sobre isso no meu blog, mas como ultimamente não tenho tempo pra assistir nada, ela está desatualizada
    Simplesmente amei esse livro e estou DOIDAAAAAAAAAAAAAAA pra assistir o filme, mas ao mesmo tempo com medinho que não seja tão incrível.
    Chorei, sorri, chorei mais um pouco, refleti e aprendi muito com essa obra!

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de fevereiro você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kemmy!!!
      Sério? que legal!!!
      ele é muito bom, viu <3
      gostei bastante e agora quero muito ver o filme rsrs
      mas se voce achou taaao incrvel recomendo ver o filme um pouco depois.... ainda nao assisti mas quando a gent perde um pouco dos detalhes pra memoria geralmente a gente gosta mais rsrsrs amei seu comentario, realmente <3

      beijocas!

      Excluir
  5. Caramba, eu não tinha a mínima ideia de que esse livro tinha virado um filme, sério hahaha mas adorei saber, vou procurar ler o livro antes de assistir então ^^
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❣

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabiii
      acho que vc vai adorar esse livro, ele é maravilhoso <3
      beijocas

      Excluir

NEWSletter

Blog Archive