[RESENHA] A luz através da janela, de Lucinda Riley

Postado em 16 de dezembro de 2012 às 01:42 por

 Título: The Light Behind the Window
Autora: Lucinda Riley
Páginas: 544
Editora: Novo Conceito
Ano:2012

Sinopse: A Segunda Guerra Mundial deixou muitos destroços e segredos familiares principalmente na família de Emilie, os De La Martinières. Quando sua mãe faleceu, deixando o legado do château da família para ela, a única herdeira, Emilie fica devastada e quer vender tudo para que possa voltar à sua rotina comum de veterinária. Entretanto, Sebastian Carruthers aparece em sua vida para ajudá-la a cuidar de toda a documentação e a consola nos momentos mais difíceis. Emilie se apaixona pela sua gentileza e decide se casar com ele. Assim, ela se muda para a casa do marido, Blackmoor Hall, em Yorkshire. Contudo, a vida que ela, ingenuamente, pensa estar começando bem, trará a ela muitas surpresas e revelações do presente e do passado de toda uma geração.

 RESENHA

*** Pode conter spoiler

Confesso que esssa capa me chamou a atenção mais do que a história, mas isso só no início. Quando comecei esse livro pensava que a maravilhosa história de A Casa das Orquídeas iria se repetir. Jurei de pés juntinhos que isso iria acontecer. Mas só até a página cento e pouco.

O caso é, assim como em A Casa das Orquídeas, A Luz Através da Janela tem uma mansão que abriga muitas histórias do passado, e os personagens do passado,e tem muitas dessas histórias que mudam todo o presente e futuro de suas gerações.

E o que há de errado em suavizar um pouco a dura realidade da vida? Em essencia, estar vivo não é muito mais do que trilhar um longo e tortuoso caminho em direção à morte. Por que não podemos fazer com que o trajeto seja mais agradável?

Pág. 236

Mas para por aí. Enquanto A Casa das Orquídeas tem um ambiente mutável entre Inglaterra e Índia, A Luz através da janela se ambientiza (espero sinceramente que essa palavra exista!) entre Inglaterra e França, precisamente, na Segunda Guerra Mundial. E eu, como uma fascinada por livros que se ambientizem em momentos históricos, não pude deixar de me apaixonar nesse ponto.


- (...) Não quero dormir. É a emoção que está me fazendo bocejar.

Pág. 290

Emilie De La Martiniere é aparentemente a última da linhagem dos De La Martiniere apos sua mãe, Valerie, morrer. Já com 30 anos e ainda solteira, ela se vê num impasse: vender ou não o chateau de sua família? O que fazer com a coleção de livros raríssimos de seu pai?  E outra: reformar ou não a mansão? Diante desse impasse e uma porta aberta, Emilie encontra Sebastian, um rapaz bonito e extremamente... Adulador. Ela se apaixona pelo rapaz e eles se casam. O problema é que, Sebastian parece estar muito ocupado o tempo todo, o que deixa uma brecha para que ela conheça Alex, o lindo, incrível e paraplégico Alex, irmão mais novo. Não contarei mais nada sobre os irmãos, afinal, seria muito spoiler.

Eu quero ver o roxo
Das uvas pendendo das videiras
Eu quero ver o amarelo
Do sol nos dias de verão

Pág. 92

Emilie acaba tendo dentre essas brechas, a chance de conhecer mais sobre seu passado, e é aí que tudo muda. Uma história fascinante sobre perdoar, amar, se entregar de tal forma que você sente que a luz através da janela, é muito mais do que um ponto de refração, do que uma lei da física, é uma metáfora sobre o quanto o seu passado pode afetar seu presente, e em como tudo incrivelmente e encaixa, como um quebra-cabeça. 

Nunca acho que consigo falar tudo que eu queria numa resenha, mas espero que tenham gostado. E caso haja algum erro, por favor, me comuniquem para que eu possa consertá-lo.




- História: ☁☁☁☁
- Narrativa: ☁☁☁
- Capa: ☁☁☁☁☁
- Personagens: ☁☁☁☁

Um beijo pra vocês!

Você também pode gostar de:

11 comentários

  1. Estava louca para ler alguma resenha sobre este livro. Desde o dia em que vi a sinopse e nesta estava informações que ao longo do enredo iria ter algo retratando a segunda guerra mundial, logo marquei o livro na minha lista de desejados. A temática histórica que alguns livros contém é algo que me agrada bastante. Não vejo a hora de ter esse livro em mãos, mas acho que vai demorar um pouquinho. Parabéns pela resenha!

    Lhe indiquei em um meme lá no meu blog! Dá uma passadinha por lá, certo?!
    Abraços.
    Entre Livros e Livros.
    http://musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie :D

    Nossa eu não via a hora de aparecer uma resenha decente desse livro é acabei de encontrar :) , eu quero muito ler esse livro , acho que vou compra-ló junto com a cada das orquídeas na minha próxima compra beijos :D

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. Ameiiii a resenha, muito boa, o livro é muito interessante, menina se tu soubesse o tamanho da lista de livros que eu estou fazendo para ler com tuas dicas e de outros blogs, rsrs ta enorme, mas enfim um livro bom merece ser lido. Bom domingo. Beijo : )

    http://loucurasedevaneiosbyliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não pude ler A casa das orquídeas e A luz através da janela, mas tenho muita vontade.
    A sua resenha ficou ótima, gostei bastante dos quotes.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pâm. Gostei da resenha!
    Por enquanto ainda não me decidi se quero ler o livro, mas achei a história interessante.
    A capa é linda mesmo!

    Beijos.
    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Estou com esse livro aqui
    Mas ainda não tive tempo de ler
    Parece ser muito bom mesmo

    Beijos
    Boas festas *-*
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Recebi esse livro sexta feira, uaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaau, ele é imenso! É ruim não conseguir expressar tudo o que o livro passa, as vezes nem conseguimos escrever as resenhas de tão bom o livro é, ou de tão ruim opaiskdposakdopasd.. Adorei a resenha, acho que vou ler ele, vai ser o próximo..

    Beijos,  www.7hings.br acessa depois, o blog espera por você!.. 

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muito de livros que falam sobre Guerra, acho bastante chato.
    A sua resenha ficou ótima e meio que me deu vontade de ler esse livro.
    Resenha - Branca de Neve, dos Irmãos Grimm
    Passa lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Muito bacana a resenha!
    Amei os quotes!
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro livros que falam sobre guerra.
    Estou louca para ler esse.
    Mas, tenho que ler a casa das orquídeas primeiro hahaha
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. O primeiro livro que li da Lucinda foi o ultimo que ela publicou "As Sete Irmãs" e gostei muito da história! Agora estou lendo A Luz Através da Janela e estou adorando, já deu pra perceber que o estilo da Lucinda não muda, mas mesmo assim eu amei esse tipo de narrativa, se tornou um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir

NEWSletter

Blog Archive